Aline Barros e Bruna Karla dizem o que pensam sobre feminismo na Globo

As cantoras gospel Aline Barros e Bruna Karla estiveram participando ontem (24) do programa “Conversa com Bial”, da TV Globo. As duas foram a grande atração da noite, e conversaram com o apresentador sobre diversos temas, desafios pessoais e da carreira.

Pedro Bial entrevista Aline Barros e Bruna Karla.
Pedro Bial entrevista Aline Barros e Bruna Karla.

Aline Barros começou falando sobre o episódio em que ela ficou com apenas 5% de sua voz. Os médicos lhe disseram que ela teria que passar em torno de 6 meses sem falar nada, para poupar suas cordas vocais e fazê-las se recuperarem plenamente. A cantora gospel lembra que, milagrosamente, cerca de 1 mês e meio depois, estava com sua voz completamente restaurada, gravou um novo álbum e acabou conquistando seu primeiro Grammy Latino, maior prêmio da música mundial.

“Foi um choque, fiquei fragilizada e cheia de medo. O que me deu mais força foi o sustento da Palavra de Deus. Isso me fez vencer e superar os meus limites. A minha voz voltou em um mês. Foi sobrenatural. Ela voltou de forma mais ungida, mais poderosa e mais forte. Depois desse processo, meu CD foi indicado e eu ganhei o meu primeiro Grammy. Foi uma resposta de Deus”, disse.

Aline Barros e Bruna Karla também foram questionadas por Pedro Bial a respeito do movimento feminista. As duas são cantoras gospel com carreiras muito bem-sucedidas, e chegam a comandar inclusive empresas, como é o caso de Aline Barros. Bruna Karla começou se limitando a dizer que “Jesus foi a primeira pessoa a valorizar a mulher”.

Na sequência, Aline começou a citar momentos em que Jesus realçou o papel da mulher em sua época, quando por exemplo apareceu primeiro a uma mulher após a sua ressurreição. Mas ela lembra que o movimento das mulheres lutarem pelos seus direitos deve ter um base familiar, na medida que ela deve sempre ser uma boa esposa, e estar preparada para educar bem seus filhos.

“As mulheres querem ser valorizadas, amadas, reconhecidas pelo seu talento. Isso é louvável. O que não pode acontecer é você esquecer do seu papel como mulher sábia dentro da sua casa”, explicou.

Bruna Karla e Aline Barros ainda cantaram algumas canções de sucesso no programa, como “Sou Humano”, “Ressuscita-me” e “Rompendo em fé”, e destacaram a força que a música gospel possui nos bastidores do futebol brasileiro: “É muito especial você ver os louvores chegando. A maior surpresa que tive foi quando Neymar fez uma montagem nas redes sociais com a música ‘Sou Humano’ após ganhar a medalha de ouro nas Olimpíadas do Rio”, lembrou Bruna.

Tadeu Ribeiro
[email protected]