in

Amanda Wanessa: Gravadora MK Music nega rompimento de contrato

Cantora Amanda Wanessa - Foto: Reprodução/Instagram

A cantora gospel Amanda Wanessa, de 34 anos, segue se recuperando do grave acidente de carro. A artista está internada no Real Hospital Português, em Recife/PE. E diante do tempo em que está internada, tem surgido nas redes sociais um suposto rompimento de contrato com a sua gravadora, a MK Music.

Publicidade

Amanda Wanessa entrou para o time da MK Music em setembro de 2019, tendo lançado grandes sucessos como “Não Desista”, “Calma”, “Surpresa” e “Tá Chorando Por Quê?”, dentre outros. Sobre um suposto término do contrato com a artista, a mesma gravadora de cantores como Bruna Karla, Anderson Freire, Cassiane e Paulo Neto, esclareceu ao Portal JC NE, sobre essa informação.

“Nossa querida Amanda Wanessa segue em tratamento intensivo, evoluindo dia após dia. Todas as notícias sobre o estado de saúde recebemos diretamente do seu marido Dobson Santos. Nesta fase, a cantora intensificou fisioterapia e iniciou tratamento fonoaudiológico. São infundadas, improcedentes e desrespeitosas quaisquer notícias sobre rompimento da cantora com a gravadora da qual é a artista exclusiva. Seguimos todos confiando no tempo de Deus e na recuperação da Amanda Wanessa”, disse a gravadora ao Portal JC NE.

Publicidade

POLÍCIA CONCLUI INQUÉRITO

A Polícia Civil de Pernambuco, concluiu o inquérito sobre o acidente que envolveu a cantora. Segundo a PC, foi constatado que a própria Amanda causou o acidente.

O acidente aconteceu em 04 de janeiro de 2021, na PE-60, em Rio Formoso, no Litoral Sul de Pernambuco, e envolveu três veículos (dois caminhões. além do carro da musicista). No veículo em que Amanda conduzia, estavam também o seu pai, sua filha, Mel Mendes, e a amiga Juciara Pimentel. Os três ficaram feridos e se recuperaram dias depois.

“Após as investigações foi constatado que a vítima deu causa ao acidente. O inquérito policial foi concluído sem indiciamento”, conta um dos trechos da análise da PCPE. O inquérito da Polícia Civil do estado pernambucano foi concluído e enviado para o Ministério Público no dia 11/05/2021.

Publicidade

Morte de Irmão Lázaro completa dois meses

Silas Malafaia diz que fala diariamente com Bolsonaro e aceita depor na CPI da pandemia