Conecte-se conosco

Gospel

André Valadão sai em defesa da juíza que impediu menina de 11 anos de abortar

O cantor gospel foi perguntado por um seguidor sobre sua posição sobre esse caso

Publicado

em

André Valadão - Foto: Reprodução

O caso da menina de 11 anos que foi impedida pela Justiça de interromper a gravidez, além de manter a criança em um abrigo de Santa Catarina para evitar que fizesse um aborto autorizado, repercutiu em todo o mundo [saiba os detalhes AQUI].

Uma das pessoas a se pronunciar sobre o caso foi o pastor André Valadão, nesta terça-feira (21/06). O cantor gospel foi perguntado por um seguidor sua posição sobre o caso da menina. “Qual a sua opinião sobre a juíza de SC que impediu o aborto de uma criança vítima de estupro?”.

André Valadão disse que a decisão da juíza Joana Ribeiro Zimmer foi correta; ele respondeu: “Uai! Não é porque a criança que tem 11 anos que aquele bebê não deixa de ser um ser humano. Certíssima”, disse André. “Matar um bebê, nunca! Cuidar da menina, sim! Mas matar um feto, nunca!”, finalizou o religioso.

Mais tarde André foi questionado se o abusador da criança merecia pena de morte. O pastor da Igreja Batista da Lagoinha respondeu:

“Pena de morte é uma coisa muito séria. A probabilidade de haver erros em condenar pessoas a pena de morte é grande. (Não é o caso comprovado do estuprador), mas mesmo assim, nada contra a prisão perpétua, pois em caso de erro, terá a ‘vida inteira’ para provar o contrário”, afirmou. Assista e comente:













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página