Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Após discurso na Paulista, pastor Silas Malafaia entra na mira da Polícia Federal

Publicado

em

O pastor Silas Malafaia criticou o STF, o TSE e o ministro Alexandre de Moraes durante o ato de Bolsonaro na avenida Paulista - Foto: Divulgação/instagram

Após a participação em um ato da direita na Avenida Paulista, onde discursou em apoio aos manifestantes, o pastor Silas Malafaia, líder da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, encontra-se sob a mira da Polícia Federal (PF) para possível inclusão em um inquérito que investiga uma tentativa de golpe de Estado no país entre o fim das eleições de 2022 e o começo de 2023.

A informação é da colunista Bela Megale, do diário carioca O Globo.

Segundo informações, Silas Malafaia teria proferido um discurso incendiário durante o evento, desafiando as autoridades e atuando em defesa de uma suposta organização criminosa. A PF estaria analisando minuciosamente suas declarações para tipificar os crimes potencialmente cometidos pelo clérigo radical.

O pastor, conhecido por suas posições fortes contra a esquerda e o STF, segundo a colunista, teria utilizado o evento para incitar seus seguidores com interpretações distorcidas dos fatos, criando animosidades contra instituições como a PF, o Ministério Público Federal e o Judiciário.

No entanto, a PF não se pronunciou oficialmente sobre a inclusão do nome de Silas Malafaia no inquérito, nem sobre o prazo para uma resposta sobre sua possível investigação.

🔔 SIGA O PORTAL DO TRONO NO WHATSAPP. CLIQUE AQUI PARA RECEBER NOTÍCIAS DIRETO NO SEU CELULAR

+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página