Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Atiradora portava arma com inscrição ‘Palestina’ em tiroteio em igreja nos EUA

Publicado

em

No último domingo (11/02), um tiroteio abalou a tranquilidade da Igreja de Lakewood, liderada pelo famoso televangelista Joel Osteen, em Houston, Texas. A igreja também é frequentada pelo cantor gospel brasileiro Thalles Roberto.

Segundo Fox News, a polícia identificou a atiradora como Genesse Ivonne Moreno, também conhecida anteriormente como Jeffrey Escalante Moreno. Com uma longa ficha criminal, Moreno, uma mulher transgênero, entrou na igreja acompanhada por uma criança e começou a disparar, deixando duas pessoas feridas antes de ser morta pelas autoridades.

A presença da mensagem “Palestina” escrita na arma de Moreno trouxe um novo mistério para o caso, levantando questões sobre sua motivação e possível agenda política. Enquanto investigadores buscam entender se o tiroteio foi motivado por crenças políticas ou questões pessoais, a comunidade local e autoridades enfrentam o desafio de compreender os eventos que levaram a essa tragédia.

Moreno, natural de El Salvador, que tinha uma longa ficha criminal, também usava anteriormente o nome de Jeffrey Escalante Moreno, disseram os investigadores – Foto: Departamento de Segurança Pública do Texas

Moreno, de 36 anos, tinha antecedentes criminais, incluindo condenações por agressão a um policial em 2009 e falsificação em 2010. Sua identidade transgênero adiciona uma camada de complexidade ao caso, especialmente considerando relatos iniciais que a descreviam como transgênero antes de ser corrigida pela polícia durante uma entrevista coletiva.

O tiroteio ocorreu pouco antes do início do culto espanhol das 14h da megaigreja, quando Moreno entrou na igreja vestindo um sobretudo e uma mochila, portando um rifle AR-15 e acompanhada pela criança. A rápida resposta dos policiais fora de serviço presentes no local impediu uma tragédia ainda maior, mas não pôde evitar que duas pessoas fossem atingidas pelos disparos.

Além das questões sobre a identidade de Moreno e sua possível motivação política, as autoridades também estão investigando como ela obteve as armas usadas no ataque. Um dos rifles foi comprado legalmente por Moreno em dezembro, enquanto o outro, um rifle calibre .22, também foi encontrado em sua posse.

Segundo a CNN USA, a presença de escritos anti-semitas no veículo de Moreno levanta suspeitas sobre a possibilidade de uma disputa familiar envolvendo seu ex-marido e sua família, alguns dos quais são judeus. No entanto, as autoridades ainda estão tentando determinar se esses escritos estão diretamente relacionados ao tiroteio ou são parte de um contexto mais amplo de conflito pessoal.

Enquanto isso, a comunidade local está se recuperando do choque do incidente. Joel Osteen expressou seu pesar pela tragédia e pediu às autoridades que investigassem completamente o ocorrido. O governador do Texas, Greg Abbott, também lamentou o tiroteio, descrevendo-o como “trágico” e prometendo apoio às vítimas e às famílias afetadas.

Pelas redes sociais, Thalles lamentou o atentado: “Hoje nossa igreja @lakewoodchurch @iglesialakewood sofreu um atentado! Pessoas entraram na igreja atirando nas irmãos no culto em espanhol as 2 PM! Lamentável! Onde vamos parar??? Orem pelas famílias da igreja”, afirmou.

🔔 SIGA O PORTAL DO TRONO NO WHATSAPP. CLIQUE AQUI PARA RECEBER NOTÍCIAS DIRETO NO SEU CELULAR!

+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página