Cantor gospel diz que é gay mas resiste à sua sexualidade ‘para ir pro céu’

O cantor gospel Elias dos Santos, que venceu uma edição do quadro “Jovens Talentos” do Programa Raul Gil, deu declarações polêmicas sobre sua homoafetividade em entrevista ao programa do SBT.

Cantor gospel gravou CD com a cantora Gabriela Rocha.
Cantor gospel gravou CD com a cantora Gabriela Rocha.

Elias dos Santos acabou saindo da igreja e parou de cantar gospel ao se assumir gay publicamente. À época, ele disse que tentaria passar no vestibular para medicina, e que iria curtir sua vida agora que havia se aceitado como homossexual. Ele disse que acabou tornando-se usuário de drogas.

“Eu usei cocaína, usei maconha, bebia muito a ponto de não conseguir trabalhar. Minha família ficou em casa, orando, chorando, intercedendo e nunca me esqueceram”, revelou.

O cantor gospel, no entanto, acabou voltando à igreja, após participar de um culto evangélico a convite dos pais.

Mas o ponto polêmico da entrevista foi quando o cantor gospel afirmou que, ao voltar para a igreja, decidiu negar sua própria natureza gay para viver o que prega a maioria das igrejas evangélicas mais fundamentalistas.

“Eu renuncio a minha homossexualidade todos os dias para poder ir morar no céu. A minha homossexualidade é parte do que eu sou, mas Jesus disse que ‘quem quiser vir após mim, negue-se a si mesmo todos os dias, tome a sua cruz e siga-me’. Eu renuncio a mim”, disse.

Hoje em dia, cada vez mais igrejas evangélicas estão adotando uma figura de misericórdia com os homossexuais, inclusive a Igreja Católica, que sempre foi muito rígida com relação a isso. Há templos que realizam, também, casamentos entre pessoas do mesmo gênero.