Cantor gospel Irmão Lázaro é derrotado na disputa ao Senado pela Bahia

Irmão Lázaro, que já foi considerado o maior nome da música gospel no Brasil anos atrás, acabou sofrendo sua primeira derrota eleitoral após assumir seu cargo como deputado federal pelo PSC da Bahia. Este ano ele concorria a uma vaga no Senado Federal, e figurava entre os dois mais lembrados nas pesquisas Ibope e Datafolha, porém acabou sendo surpreendido pelo terceiro lugar na disputa eleitoral deste domingo (07).

Cantor gospel Irmão Lázaro não consegue se eleger Senador na Bahia.
Cantor gospel Irmão Lázaro não consegue se eleger Senador na Bahia.

O cantor gospel obteve pelo Partido Social Cristão 1.830.581 votos (15,37%), ficando em terceiro lugar, e portanto fora das duas vagas ao Senado. Foram eleitos Jaques Wagner (PT) com 4.253.331 (35,71%) e Angelo Coronel (PSD) com 3.927.598 (32,90%) dos votos. Na pesquisa de véspera, Irmão Lázaro aparecia em 2º lugar com 30% dos votos válidos, à frente de Angelo (27%), que no fim das contas teve 2 milhões de votos a mais que o cantor evangélico, e abaixo apenas de Jaques Wagner, que na pesquisa marcou 44%.

Irmão Lázaro foi eleito deputado federal em 2014 pela Bahia, mas se licenciou em 2016 para assumir a Secretaria de Relações Institucionais de Salvador, deixando em seu lugar o suplente Luciano Braga (MDB). A candidatura do cantor gospel era vista como certa semanas atrás, pela adesão do voto evangélico, que acabou se dissipando nos últimos dias de campanha, e culminando em sua derrota.

Veja também: 2º turno será definido entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT)

Tadeu Ribeiro
[email protected]