Conecte-se conosco

Gospel

Cantora gospel denuncia humilhação após igreja negar custear passagens de ônibus

A cantora cristã estava com duas filhas, não recebeu ajuda financeira e teve que pedir carona após sua ministração

Publicado

em

Pâmela Sabrina fez um vídeo ao lado de suas duas filhas para explicar toda a situação - Foto: Reprodução/Redes Sociais

Uma cantora gospel denunciou pelas redes sociais ter sido humilhada por uma igreja evangélica. Segundo a jovem cantora cristã, ela não recebeu ajuda financeira e teve que pedir carona após sua ministração.

Pâmela Sabrina fez um vídeo ao lado de suas duas filhas para explicar toda a situação. Ela contou que recebeu o convite para ministrar na igreja evangélica. O caso aconteceu no sábado (28/05).

Por não ser muito famosa no meio gospel e não possuir equipe para gerenciar sua carreira, Pâmela não cobrou cachê naquela ocasião. Ela conta que saiu de casa com as suas filhas, apenas com o dinheiro da passagem de ida.

Quando ela chegou ao local, uma das organizadoras do culto disse que não tinha nenhuma ajuda para o Uber ou passagem de ônibus. Sendo assim, Pamela precisou pedir uma carona tarde da noite com suas crianças em um ponto de ônibus.

Revoltada com a situação, resolveu gravar o vídeo e disse ter sido humilhada pela igreja. “Lamentável eu estar expondo minha vida, meu ministério de louvor, não falei nome da igreja, do pastor e nem da irmã que me convidou”, disse ela no relato.

“Irmãos, cuidado para não passar pelo que eu passei. Quando forem marcar agenda, marque com a liderança da igreja, com os Pastores Presidentes (pq no meu caso fiquei sabendo que o Pastor Presidente não estava sabendo do ocorrido) a esposa dele me mandou mensagem pedindo perdão”, disse ela.

APOIO DE CANTORA FAMOSA

O caso de Pâmela viralizou nas redes sociais. Como resultado, a cantora Pamela, conhecida em todo o Brasil, se dispôs a ajudar a ‘xará”, assim que assistiu o vídeo da colega de profissão.

Pamela imediatamente mandou uma mensagem para Pamela Sabrina, para lhe ajudar a voltar para casa. Mas, a mulher agradeceu e explicou que o caso tinha acontecido no último sábado, que ela já estava bem e em casa.













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página