Conecte-se conosco

Gospel

Cassiane sobre cantar música secular: “De uma mesma fonte não saem duas águas”

Para Cassiane “a vida é escolha” e que o cantor do meio secular decidiu um lado

Publicado

em

Cantora gospel Cassiane - Foto: Reprodução/YouTube/Positivamente Podcast

“De uma mesma fonte não saem duas águas”, declarou a cantora gospel Cassiane em um bate papo com a apresentadora Karina Bacchi, no Positivamente Podcast. O assunto era sobre cantar e ouvir música secular.

Para Cassiane “a vida é escolha” e que o cantor do meio secular decidiu um lado, que é cantar músicas do mundo. Segundo a cantora, esses músicos, mesmo cantando músicas de amor ou mais leves, não têm consagrado as canções a Deus.

Além disso, segundo ela, os cantores têm atraído para o seu público tudo que não provém de Deus ou que não representa a Deus, e por isso, chegou a conclusão de que de uma mesma fonte não pode jorrar dois tipos de água.

“Se eu represento o Reino, eu tenho que representar muito bem, porque Deus é dono do ouro e da prata. Então eu não posso negociar com qualquer que seja. Eu aprendi que se a música atrai algum espírito, qual é o espírito que quero atrair? Eu sou uma cantora gospel, quando eu vou gravar eu consagro a quem eu creio. Então, todos consagram a quem ele crê”, declarou Cassiane.

Ainda na conversa, Cassiane e Karina debateram sobre o propósito das canções. Segundo elas, a maioria das músicas, mesmo falando de amor, não tem o propósito de atrair os jovens para Cristo. Segundo Cassiane, o espírito tem que ser alimentado com as coisas de Deus para que ela possa enfrentar o “dia mal”, que de acordo com ela “chega para todos”.

Ela alertou o cristãos da necessidade de sempre ouvir as coisas que levam ao fortalecimento do espírito.

“O que você vê e ouve é o que você fala. O que você vê e ouve é o que você se enche. Jairo [Manhães] sempre fala que a gente sempre tem aquelas duas coisas que são alimentadas, o que vai vencer é o que é mais bem alimentado. O espírito precisa estar alimentado com as coisas de Deus, com as coisas dos céus para que você tenha força e esteja fortalecido para o dia mal”, alertou.

A conversa prossegue e Karina relembra que antes de sua conversão, achava que estava fazendo tudo certo, mas tempos depois percebeu que inspirava as pessoas em outras coisas. Diante disso, refletiu e viu que mesmo rodeada de pessoas importantes, fama e dinheiro, ela sentia que faltava alguma coisa. Ela relata que depois que foi transformada e tocada percebeu que o que faltava era Deus.

Assista essa conversa no vídeo abaixo:













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página