Conecte-se conosco

Mundo Cristão

Cena enigmática do filme “A Paixão De Cristo” tem teoria revelada

Umas das cenas mais enigmáticas de “A paixão de Cristo” tem ganhado adesão nas redes sociais, após 18 anos

Publicado

em

Lançado em 2004, o filme “A Paixão de Cristo” gerou no público em geral impacto e polêmica - Foto: Reprodução

Lançado em 2004, o filme “A Paixão de Cristo” gerou no público em geral impacto e polêmica, já que o filme mostra de maneira mais visceral e excruciante a via dolorosa de Cristo, enquanto alterna para os seus momentos de compaixão e misericórdia.

Uma das cenas enigmáticas é do momento em que Satanás aparece carregando uma criança no colo com aspecto envelhecido e sombrio.

O perfil @AqueleFilme publicou uma teoria que traz muito sentido para a cena. Veja o que foi escrito:

Tem rolado na internet um comentário muito interessante sobre essa polêmica cena em “A Paixão de Cristo”. O filme apresenta uma cena onde aparece um personagem perturbador carregando um bebê, enquanto Jesus é punido fisicamente: acontece que Jesus Cristo está sendo flagelado e Satanás aparece com ‘um bebê’ para mostrar a Jesus que até ‘O Diabo’ cuida do seu filho, enquanto Deus permite que o humilhem cruelmente.

A teoria em si pode ser explicada, usando da licença poética, baseado na passagem em que Jesus disse “Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?” porque naquele momento ele estava provendo a expiação do pecado de seu povo. Isso significa que Ele estava recebendo sobre si todo o peso da ira da justiça de Deus.

Além disso, ao dizer “Meu Deus, Meu Deus, por que abandonaste?” Jesus estava cumprindo as Escrituras. Essa frase que traduz o original Eloí, Eloí, lamá sabactani é também a primeira estrofe do Salmo 22. Neste salmo messiânico o salmista profetiza sobre o sofrimento do Messias. Ele escreve: “Meu Deus! Meu Deus! Por que me abandonaste? Por que estás tão longe de salvar-me, tão longe dos meus gritos de angústia?” (Salmos 22:1).

Interessante essa visão, não? Faria todo sentido, pois até hoje o filme repercute por ser fiel às profecias que anteviam o sofrimento de Cristo. Reveja a cena abaixo:













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página