‘A Paixão de Cristo 2’ vem em 2020 e promete ser maior filme da história

O filme A Paixão de Cristo, de 2004, foi dirigido pelo ator Mel Gibson e tornou-se a maior bilheteria para um filme adulto nos Estados Unidos, até os dias de hoje.

Gravações de A Paixão de Cristo, 2004.
Gravações de A Paixão de Cristo, 2004.

A produção conta a história dos últimos 12 dias de Jesus Cristo aqui na Terra, desde o período no Getsêmani até sua crucificação no Gólgota.

A novidade é que ele ganhará uma segunda parte, que contará o restante da história narrada na Bíblia, com foco na Ressurreição de Jesus e os 40 dias depois de Sua Ascensão.

Jim Caviezel, que protagonizou o primeiro filme, já confirmou seu retorno às telonas para interpretar o Filho de Deus, e mostrou confiança na produção: “Há coisas, as quais não posso dizer, que vão chocar o público”, afirma.

A Paixão de Cristo 2 virá com a expectativa de que seja o maior filme de todos os tempos, com efeitos especiais e realismo de tirar o fôlego, assim como aconteceu no primeiro longa.

Mel Gibson, que também será diretor dessa segunda parte, já havia sinalizado a intenção de dar continuidade à história.

“Estamos tentando fazer [o filme] de uma maneira atraente e esclarecedora, para que ele tenha uma nova luz, se possível, sem criar algo estranho”, disse em entrevista reproduzida pelo God TV.

Com orçamento de US$ 30 milhões, “A Paixão de Cristo” foi um fenômeno de bilheteria em 2004, arrecadando US$ 611 milhões no mundo todo.