Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

“Cenário de filme de terror”: Crise de ansiedade atinge 26 estudantes de uma vez em escola

Publicado

em

Fato aconteceu na última sexta-feira (8); conforme relatos, os estudantes estavam com tremor, falta de ar e crise de choro - Foto: Reprodução/ WhatsApp

O que era um dia normal na Escola de Referência em Ensino Médio (Erem) Ageu Magalhães, em Casa Amarela, Zona Norte do Recife, virou caso misterioso após 26 alunos passarem mal ao mesmo tempo. O caso aconteceu na sexta-feira (08/04).

Segundo as informações, os estudantes tiveram falta de ar, tremor e crise de choro ao mesmo tempo. Todos foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ao todo, 26 alunos tiveram “crise de ansiedade”. No entanto, nenhum deles precisou ser levado para o hospital.

Segundo o Samu informou, 16 profissionais em seis ambulâncias e duas motocicletas foram mobilizados para o atendimento. “Os jovens apresentaram sudorese, saturação baixa e taquicardia, foram atendidos no local e não precisaram de remoção para unidades de saúde”.

O caso chamou a atenção e logo viralizou na Grande Recife. Segundo os alunos da Escola, muitos estudantes em pânico saíram das salas de aulas. “O cenário era de filme de terror”, contou ao g1, neste domingo (10/04), o pai de uma aluna do 1º ano do ensino médio.

“Minha filha saiu da escola com uma amiga. Ela disse que o cenário era de filme de terror, com correria e tumulto. Já no ônibus, ela me ligou dizendo que tinha deixado a escola e estava indo para casa”, contou o pai, que preferiu não se identificar.

Ainda ao g1, uma estudante, que não quis se identificar, disse que sentiu que ia morrer e que passou muito mal durante a crise de ansiedade.

As razões que levam a uma crise coletiva de ansiedade são, em geral, pouco compreendidas. Mas segundo uma mãe, a crise começou após uma estudante perder os sentidos. “Os alunos combinaram de esperar acalmar, mas aí o desespero tomou conta da maioria porque eles tinham medo de que fosse algo mais grave”, disse a mãe de uma das alunas da escola.

Mas, a crise de ansiedade desencadeou uma reação em cadeia que atingiu várias turmas da escola. Em poucos minutos, alunos de outras salas de aula começaram a gritar, e seus gritos podiam ser ouvidos pelos corredores, segundo estudantes que presenciaram o ocorrido.

  • RECEBA NOTÍCIAS DO PORTAL DO TRONO DIRETAMENTE DO WHATSAPP!













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página