in

Cláudio Duarte no Bial: ‘Não dá pra ser feliz e ter razão ao mesmo tempo’

O pastor Cláudio Duarte participou do “Conversa com Bial” da TV Globo na última segunda-feira (17), e falou sobre família, princípios bíblicos e fé com o apresentador Pedro Bial.

Publicidade

Cláudio Duarte afirmou que começou ater propriedade para falar sobre famílias depois que ele próprio viveu em diversos lares, em decorrência do seu pai ter se casado várias vezes.

“Meu casamento é o meu grande laboratório e eu acho que as dificuldades que nós enfrentamentos podem ser recicladas. Mas acho que ao viver em diversos lares, me tornei um grande observador e vi muitas crises, muitas dificuldades e acabei tendo essa sensibilidade”, explicou o pastor.

Claudio Duarte foi questionado por Pedro Bial sobre o aumento no número de divórcios na pandemia. Para o pastor, o número de pessoas que melhoraram o casamento é bastante grande, mas essas pessoas não costumam divulgar muito suas vitórias, o que faz com que pareça que o número de pessoas infelizes seja maior.

PUBLICIDADE

“Isso é só a manifestação de que o sucesso é mais tímido e recatado que o fracasso. Na verdade, ao longo de toda essa situação, eu e pelo menos grande maioria das pessoas com quem converso e conheço ficaram mais próximas, mais íntimas, resgataram seus relacionamentos, descobriram o valor de seus filhos, encontraram tempo para namorar. Só que os bem-sucedidos me parecem ser bem tímidos e não falam muito de seu sucesso”, acredita.

Sobre divórcio, Cláudio Duarte explicou que Jesus foi enfático sobre o tema, quando afirmou que ele só acontecia por causa da dureza do coração das pessoas.

“Na verdade, quando Jesus foi questionado sobre o divórcio, ele disse que o divórcio só acontece por causa da dureza do coração do homem. E o coração só é duro no peito dos imaturos. Aqueles que amadureceram descobrem que de vez em quando dá para ser feliz, de vez em quando dá para ter razão, as duas coisas ao mesmo tempo não dá para ter… Acho que a maturidade é o grande segredo de um relacionamento duradouro e salutar”, acrescentou.

Publicidade

Avó esquece neta de 4 anos em carro de aplicativo na Paraíba

Pastor diz que Bispo Casaldáliga que defendia índios e morreu ‘já foi tarde’