Conecte-se conosco

Mundo Cristão

Conheça os principais ramos do protestantismo

Publicado

em

O protestantismo é, ao lado do catolicismo, um dos grandes ramos do cristianismo - Foto: Imagem/Eduardo Cisneros/Unsplash

O protestantismo é, ao lado do catolicismo, um dos grandes ramos do cristianismo. O nome “protestante” provém dos protestos dos cristãos do século XVI contra as práticas da Igreja Católica, e que teve como liderança Martinho Lutero. Em alguns países, especialmente no Brasil, o termo “protestante” foi substituído por “evangélico”, retirando a conotação polêmica da palavra e dando uma característica mais positiva e universal. Confira abaixo alguns ramos desta denominação cristã.

ADVENTISMO
O nome se refere à crença na segunda vinda iminente (ou segundo advento) de Cristo. William Miller deu início ao movimento adventista na década de 1830, no contexto do reavivamento do Segundo Grande Despertar nos EUA. A maior igreja dentro do movimento, a Igreja Adventista do Sétimo Dia, tem mais de 18 milhões de membros.

ANGLICANISMO
Foi criado no século XVI, pelo rei da Inglaterra Henrique VIII. Ele surgiu após a insatisfação do rei com algumas decisões tomadas pela Igreja Católica. O Anglicanismo fez parte da Reforma protestante e preserva os moldes hierárquicos e a adoração aos santos católicos. No que se refere às suas doutrinas, o anglicanismo incorporou alguns princípios calvinistas. Exemplos: Igreja da Inglaterra, Igreja da Irlanda, Igreja Episcopal dos EUA e a Igreja Episcopal Anglicana do Brasil.

CALVINISMO
Também chamado de tradição reformada, leva o nome do reformador francês João Calvino por causa de sua influência proeminente sobre ele e por causa de seu papel nos debates confessionais e eclesiásticos ao longo do século XVI. O calvinismo enfatiza a soberania ou governo de Deus em todas as coisas – na salvação, mas também em toda a vida. Exemplos: Igrejas Presbiteriana do Brasil, Anglicana Reformada do Brasil e a Congregação Cristã no Brasil.

LUTERANISMO
O luteranismo se identifica com a teologia de Martinho Lutero. O luteranismo defende uma doutrina de justificação e a doutrina de que a escritura é a autoridade final em todas as questões de fé. Constitui a terceira confissão protestante mais comum depois das denominações historicamente pentecostais e do anglicanismo. Exemplos: Igrejas Evangélica de Confissão Luterana e a Evangélica Luterana.

ANABATISTA
A chamada “ala radical” da Reforma Protestante, surgiu após o Segundo Concílio de Cartago, no ano 225. Eles acreditam em adiar o batismo até que o candidato confesse sua fé. O nome, que significa “aquele que batiza novamente”, foi dado a eles por seus perseguidores em referência à prática de rebatizar convertidos que já haviam sido batizados quando crianças. Exemplos: Amish, Huteritas e Menonitas.

METODISMO
O metodismo se identifica principalmente com a teologia de John Wesley, e se originou como um avivamento dentro da Igreja da Inglaterra do século XVIII. Este movimento evangélico enfatizou a relação íntima do indivíduo com Deus, iniciando-se com uma conversão pessoal e seguindo uma vida de ética e moral cristã. Exemplos: Igrejas Unida, do Nazareno, Wesleyana e a Bíblica no Brasil.

BATISTA
Os batistas subscrevem a doutrina de que o batismo deve ser realizado apenas por crentes professos, e que deve ser feito por imersão completa. Os historiadores traçam a primeira igreja rotulada como batista desde 1609 em Amsterdã, com o separatista inglês John Smyth como seu pastor. Exemplos: Igrejas Lagoinha, Getsêmani, PIB, Atitude e a Batista Soul.

PENTECOSTAL
Este movimento ganhou destaque nas primeiras décadas do século XX e se distingue pela crença no batismo com o Espírito Santo como uma experiência separada da conversão que permite ao cristão viver uma vida cheia do Espírito Santo e com poder. Essa capacitação inclui o uso de dons espirituais, como falar em línguas e a cura divina. Exemplos: Igrejas Assembleia de Deus, Quadrangular, Deus é Amor, Hillsong e Maranata.

NEOPENTECOSTAL
Oriundas do movimento pentecostal, surgiu por volta dos anos 70. Praticam a imposição de mãos buscando a atuação do Espírito Santo.Também pregam ensinamentos como a batalha espiritual, a realização de maldições hereditárias, possessão maligna de corpos. Exemplos: Igrejas Universal, Mundial, Renascer e Sara Nossa Terra.













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página