Conecte-se conosco

Mundo Cristão

Corpo de pastor piauiense desaparecido há 9 dias é encontrado no MA

Publicado

em

A Polícia Civil de Maranhão informou que os corpos do pastor Carlos Alberto Oliveira Silva Júnior e do corretor de veículos Raí Rodrigues Lima, desaparecidos há 9 dias em Teresina, foram encontrados na manhã desta quinta-feira (20/01).

Segundo o órgão, os corpos estavam em estado avançado de putrefação nas margens da MA-034, entre os municípios de Coelho Neto e Caxias, no Maranhão, cidades vizinhas de Teresina.

Conforme noticiou o Portal do Trono, Carlos Alberto, de 31 anos, e Raí, saíram para deixar um carro no bairro Aeroporto, por volta das 21h00 do dia 11. Eles retornariam de Uber. Mas, não retornaram para a casa.

Raí Rodrigues Lima – Foto: Arquivo Pessoal

Desde então, familiares buscavam informações sobre o paradeiro do pastor e do corretor. Na manhã da última segunda-feira (17/01), familiares e amigos fizeram uma manifestação na frente do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) pedindo celeridade na investigação do desaparecimento de ambos.

Segundo o delegado Jair Paiva, do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) de Caxias, a identificação imediata só foi possível porque o documento do pastor foi encontrado em uma das vestes.

“O documento do pastor estava no bolso de uma das vestes, São ele. Bate as características físicas, tudo. Eles já estavam em estado de putrefação, mas preliminarmente, sem sinais de tortura ou violência. Eu solicitei a presença dos peritos e do IML, que recolheu os corpos. Só com autópsia para comprovar alguma outra coisa”, disse o delegado.

Segundo informações da família, o pastor estava em um jantar no bairro Pedra Mole, na zona Leste de Teresina, quando Raí chegou por volta das 21h00 e chamou o pastor para ir entregar o carro Gol para um comprador no bairro Aeroporto.

Ainda segundo a família, eles seguiram para entregar o veículo e ficaram de voltar para casa de Uber. No entanto, nem Carlos e nem o corretor voltaram para a casa, e ninguém conseguiu informações sobre o paradeiro dos dois.

O coordenador do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Francisco Costa, ‘Baretta’, afirmou que o pastor e o corretor de veículos já tinham um passado no crime.

“Os dois são pessoas que hoje estão na igreja, segundo consta, mas são pessoas que já tiveram um passado de envolvimento em crimes, mas isso não leva a gente não deixar de tomar providências porque nós não seguimos o direito penal do autor e sim o direito penal do fato, isso é o que a Polícia Civil faz”, disse o delegado em entrevista à Rede Meio Norte.

Após saber da morte do esposa, a também pastora Janaína Rocha realizou uma live nas suas redes sociais para informar da tragédia. Bastante emocionada, a esposa do pastor agradeceu pelas orações nestes 9 dias de desaparecimento. Assista abaixo:

https://www.instagram.com/p/CY9k3OeB9Fd/













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página