Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Damares é ameaçada de morte por internautas: “Ela precisa sofrer a dor da morte”

Publicado

em

Damares Alves - Imagem: Reprodução/Instagram

Damares Alves, ex-ministra da Mulher, Familia e Direitos Humanos (de janeiro de 2019 a março de 2022) e senadora eleita pelo Distrito Federal no começo de outubro (02), publicou um vídeo na última segunda-feira (10), no qual relatou diversas ameaças que vem sofrendo.

No vídeo, a senadora mostrou um “print” de um internauta do Twitter, que escreveu: “vamos atentar contra a vida dessa mulher! Empalar ela em praça pública, ela precisa sofrer a dor da morte.”

Damares afirmou que não costuma ter medo de ameaças, mas “mas essa me feriu muito porque encontrei minha filha chorando em casa.”

E acrescentou que:

“Aquela perseguição não era porque eu era conservadora, mas porque eu era uma pastora evangélica, porque eu declarava a minha fé[…] Eles estão pregando morte a uma pastora.”

No último domingo (09), Damares esteve em um culto na Igreja Assembleia de Deus Ministério da Fama, em Goiânia, onde denunciou casos de tráfico sexual que envolviam crianças e bebês.

“Fomos para a Ilha de Marajó e lá nós descobrimos que as nossas crianças estavam sendo traficadas por lá. Nós temos imagens de crianças nossas, brasileiras, de quatro anos, três anos, que, quando cruzam as fronteiras, sequestradas, têm os seus dentinhos arrancados para elas não morderem na hora do sexo oral. Nós descobrimos que essas crianças comem comida pastosa, para o intestino ficar livre para a hora do sexo anal”, afirmou a senadora.







+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página