Eduardo Costa gravará CD gospel mas fama de mulherengo atrapalha

O cantor sertanejo Eduardo Costa falou sobre sua intenção de lançar um CD gospel. Em entrevista ao portal AT2, ele disse que é sedento para conhecer, cada vez mais, o que a Bíblia ensina.

Eduardo Costa tenta emplacar carreira no gospel.
Eduardo Costa tenta emplacar carreira no gospel.

“Quero fazer um projeto gospel porque me identifico. Sou sedento por conhecimento e a Bíblia é uma enciclopédia da vida. Se souber decifrar suas entrelinhas, verá que tudo que foi escrito há milhares de anos ainda é muito atual. E foi tudo isso que me levou a querer gravar um CD gospel, mas jamais deixaria o sertanejo. É minha raiz”, – Eduardo Costa.

O cantor falou ainda sobre sua relação com a religião evangélica. Eduardo Costa disse que é evangélico e frequenta a igreja do renomado pastor Jorge Linhares, mas ressaltou que não gosta de ficar exibindo sua fé:

“Alguém vai me perguntar: ‘você tá virando crente, ou se converteu?’ Nasci na Igreja Assembleia de Deus, e hoje frequento a Igreja Batista Getsêmani do Pastor Jorge Linhares em BH. Não falo muito disso, por que levo uma vida normal, sem frescuras, vocês sabem, aliás, todo mundo sabe como sou. ‘E você canta músicas do mundo?’ Canto, e daí? O advogado não escolhe o cliente, defende o ladrão, estuprador assassino, enfim, o médico não escolhe o paciente e por aí vai.”, comparou o sertanejo.

Sobre cantar música secular e o fato de ter que evangelizar as pessoas, Eduardo Costa disse que consegue fazer os dois, um de maneira mais explícita e outro no reservado.

“Existe hora pra tudo e, quando saio pra trabalhar, eu canto, e canto música sertaneja. Quando vou pregar pra alguém, faço isso em particular, entende?”, disse.

Ele foi um apoiador ferrenho de Jair Bolsonaro, e agora tenta emplacar sucessos na música evangélica, mas sua fama é de ser mulherengo, o que vai contra a ideia de “defesa da família”.  Mesmo assim, o cantor garante que quer sossegar: “Sonho em ter minha família”.

Tadeu Ribeiro
[email protected]