in

Esposo de Ana Paula Valadão orienta mulher abusada pelo marido a “orar”

O pastor Gustavo Bessa, esposo da cantora gospel Ana Paula Valadão e líder da Igreja Diante do Trono em Miami (EUA), protagonizou uma fala considerada infeliz em suas redes sociais, que está repercutindo na web.

Publicidade

Gustavo e Ana Paula lançaram recentemente a “Escola Diante do Trono”, um serviço on-line que abordará temas relacionados ao cristianismo, parecido com o antigo CTMDT (Centro de Treinamento Ministerial do Diante do Trono), que preparava pessoas para se tornarem líderes religiosos nas áreas da música e da pregação.

Há alguns dias, o pastor Gustavo tem aberto um espaço em seu perfil no Instagram para responder perguntas variadas dos seus seguidores, numa ação de divulgação do novo serviço lançado.

Em uma das perguntas, uma mulher afirmou que sofria violência diária do marido, que a obrigava a manter relações íntimas forçadamente, e questionou o pastor se pedir o divórcio seria a melhor alternativa.

PUBLICIDADE

A resposta do pastor foi considerada infeliz pelos mais atentos: segundo os prints, ele encorajou a mulher a permanecer com o esposo, e ainda a “orar” para tentar “aumentar a cumplicidade” com ele. Confira abaixo o print da publicação que circula nas rede sociais:

É importante lembrar que o abuso, ainda que cometido pelo próprio cônjuge, não deixa de ser abuso, e é crime. O recomendado é que a vítima ou alguém próximo denuncie o caso à polícia, para que sejam apuradas as devidas responsabilidades.

A cantora gospel Cassiane já havia sido destaque negativo esse ano, após lançar um videoclipe pela MK Music em que romantizava a violência contra a mulher, adotando postura parecida com a do pastor Gustavo, de que a mulher deve “orar” e esperar que Deus faça algo a respeito, sem mencionar a necessidade de que se denuncie à polícia. Após a repercussão, a artista e a gravadora gospel se retrataram.

Publicidade

Dória discute com Datena ao vivo sobre a Coronavac: ‘Você não é médico’

Pastor e fiel morrem afogados durante batismo em represa de SP