in

Fábio Pannuzio: ‘Onde tem na Bíblia que Jesus era branco e hétero?’

Publicidade

O especial de Natal do Portal dos Fundos na Netflix continua gerando muita repercussão entre os evangélicos que, em sua maioria, acreditam que a produção desrespeita Jesus Cristo.

Fábio Pannuzio questiona cristãos nas redes sociais.
Fábio Pannuzio questiona cristãos nas redes sociais.

O jornalista de direita Fábio Pannuzio, no entanto, discorda dessa visão levantada, e fez questionamentos em suas redes sociais sobre traços da vida de Jesus Cristo que são abordados, de forma satírica, pelo Porta dos Fundos no especial.

“Uma perguntinha respeitosa para vocês, que são cristãos e estão incomodados com o especial de natal do Porta dos Fundos a ponto de querer censurá-lo. Onde na Bíblia está escrito que Jesus era hetero e branco?”, escreveu no Twitter.

No especial da Netflix, Jesus Cristo (Gregório Duvivier) é mostrado como um jovem gay, e que supostamente tem um namorado, chamado Orlando (Fábio Porchat).

PUBLICIDADE

Desde que foi lançado, os evangélicos têm se mobilizado para tentar censurar a produção, pedindo que a Netflix retire-a de seu catálogo, sem sucesso. A repercussão, inclusive, tem feito o filme ficar cada vez mais famoso.

O pastor Hermes Carvalho Fernandes, líder da igreja Reina Brasil, publicou em suas redes sociais um texto afirmando que não iria boicotar a Netflix por conta disso, e culpou a postura que a igreja brasileira tem tido nos últimos tempos frente a temas como a homoafetividade, por exemplo.

“Apresentar Jesus como um homossexual possivelmente se deva à maneira preconceituosa com que seus pretensos seguidores tratam os homossexuais. Nossa homofobia deve ofender mais a Deus do que qualquer sátira. Creio que no juízo haverá menos rigor com quem conta piadas sobre a nossa fé do que com quem torna nossa fé motivo de piadas.”, afirmou.

Publicidade

Girassol: Whindersson Nunes canta gospel com Priscilla Alcantara

Padre celebra casamento gay em SP e é afastado pela diocese