Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Falso pastor é preso acusado de estupro contra pelo menos cinco crianças

Publicado

em

Ele teria praticado crimes contra vulneráveis em pelo menos 2 municípios - Foto: Polícia Civil

Um falso pastor evangélico de Calçoene, a 340 km de Macapá, foi preso pela Polícia Civil acusado de estupro de vulnerável, aliciamento de menores com fim de ato libidinoso e pornografia infantil.

Segundo a Polícia Civil, Clenilson Guimarães Ferreira, de 24 anos, se passava por pastor da Igreja Arca do Senhor, em Calçoene, para facilitar o cometimento de seus crimes. Segundo a corporação, o falso pastor abusou de pelo menos cinco vítimas, todas do Distrito do Lourenço.

“As vítimas do investigado eram crianças e adolescentes frequentadores do templo de oração, principalmente, os que participavam de uma programação noturna dedicada aos jovens, a qual o Pastor era o responsável. Fizemos um trabalho em conjunto com o Conselho Tutelar e, até o momento, há pelo menos cinco vítimas do ‘falso Pastor’, todas do Distrito do Lourenço”, disse o delegado Niury Relry.

Além disso, segundo a polícia, o mesmo homem também está sendo investigado na cidade de Laranjal do Jari pelos mesmos crimes. “É importante que as vítimas procurem a Delegacia de Polícia e denunciem”, disse o Delegado.

“Há notícias de que consumou o estupro mas com pelo menos mais duas meninas, ainda não confirmamos. Uma já confirmamos com depoimento e exame de conjunção carnal, e com dois meninos de 10 e 11 ele pedia fotos e mandava pornografia”, explicou Niury.

A prisão do falso líder religioso aconteceu na última quinta-feira (10/02). Segundo a Polícia Civil, ele foi preso através do cumprimento de mandado de prisão preventiva e ficou em silêncio durante interrogatório. Ele foi encaminhado ao (Instituto de Administração Penitenciária do Amapá) Iapen.

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe um Comentário







+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página