Filha de Billy Graham descobre grave doença e pede orações

A filha do pastor e evangelista Billy Graham, Anne Graham Lotz, de 70 anos, anunciou ontem (04) oficialmente que descobriu um câncer de mama recentemente. No texto, ela falou sobre uma coincidência triste na descoberta da doença, e diz que precisa de muitas orações para superar essa fase.

Billy Graham com sua filha, Anne.
Billy Graham com sua filha, Anne.

“Na tarde de 17 de agosto de 2015, entre 3h00 e 3h30, encontrei meu marido, Danny, sem reação em nossa piscina. Dois dias depois, ele partiu. Três anos depois, na tarde de 17 de agosto de 2018, na mesma hora do dia, entre 3h00 e 3h30, eu fui diagnosticada com câncer de mama”, disse ela.

A filha de Billy Graham disse que, após ter percebido essa coincidência de datas, deduziu que esse problema pelo qual esta passando seria obra do inimigo, mas logo recebeu de Deus uma inspiração diferente para a situação: “Jesus morreu no mesmo dia da semana, na mesma hora do dia, esmagando a cabeça da serpente. Louvado seja Deus! A cruz, o sangue do Cordeiro de Deus, supera qualquer coisa que o diabo possa atribuir a nós. Então eu fui levada a adorar e confiar totalmente em nosso Deus, que está no controle de tudo”, disse.

Anne Graham disse ainda que tem recebido muito apoio das pessoas, e crê que será curada como uma resposta não só às suas orações, mas às orações de tantas pessoas que estão se solidarizando com ela em todo o mundo. Ela também deixou um pedido especial para que as intercessões não parem. Da mesma forma que os cristãs se uniram na morte de seu pai, Billy Graham, este ano.

“Deus tem sido meu refúgio e força, um auxílio sempre presente neste problema. Portanto, eu não temerei (Salmo 46:1-2). Mas Ele também deixou bem claro que minha cura será uma resposta não apenas à minha oração, mas às orações dos outros por mim. Você poderia orar por mim? Ore para que Deus me cure da maneira que traga a maior glória para Ele. Cura sem cirurgia, com cirurgia ou através do milagre da ressurreição.”, completou.

Tadeu Ribeiro
[email protected]