in

Filho de ex-bispo da Igreja Universal confessa que matou a mãe a facadas

Um jovem matou a mãe adotiva com 20 facadas na segunda-feira (2), na cidade de Seixal, em Portugal. Segundo a mídia local, Lucas Paulo foi adotado ainda quando era bebê pela mulher que ele matou e por Alfredo Paulo, marido da vítima e ex-bispo da Igreja Universal do Reino de Deus. O suspeito foi detido algumas horas depois de o corpo ser encontrado e confessou ter cometido o crime. A Universal lamentou o ocorrido em seu site oficial. As informações são do UOL.

Publicidade

Segundo o site português Correio da Manhã, um comunicado da polícia judiciária aponta que o jovem adotado pelo casal teria discutido com a mãe adotiva, identificada como Teresa, de 53 anos, antes de esfaqueá-la com 20 facadas, sendo a maioria na região do pescoço.

O telejornal Fala Portugal, da TV Record Internacional, apurou que as brigas entre mãe e filho eram frequentes porque a mulher ficava desgostosa de ver o filho em casa o dia inteiro, sem trabalhar ou estudar. Após cometer o crime, o suspeito teria mudado de roupa e fugido pela janela.

O ex-bispo da Universal — que é brasileiro, pai adotivo de Lucas e um dos críticos da igreja — teria ligado para a polícia na noite de segunda-feira após tentar entrar em contato com a mulher durante várias horas e não ter retorno.

Quando Alfredo Paulo chegou em casa, onde o casal vivia com o filho, o homem se deparou com a mulher, já sem vida, e com diversos golpes de faca nas costas e no pescoço. A arma do crime teria sido uma faca de cozinha que foi encontrada próxima ao corpo da vítima.

De acordo com o Correio da Manhã, o jovem foi preso pela polícia local na madrugada de terça-feira (3), ainda na cidade de Seixal.

PUBLICIDADE

Lucas vai ficar preso por 14 dias no Estabelecimento Prisional de Lisboa, tempo de quarentena em razão do novo coronavírus, e depois será levado à cadeia de Montijo, onde aguardará ao julgamento.

O rapaz possui nacionalidade brasileira e portuguesa. Segundo o jornal Correio da Manhã e a emissora de televisão TVI, Lucas foi adotado pelo casal, no Brasil, quando era bebê. Na época da adoção, o casal ainda atuava na Universal.

A Igreja Universal publicou a notícia do caso em seu site oficial e disse que “lamenta o ocorrido e expressa seu pesar e orações à família”.

O ex-bispo publicou um comunicado nas redes sociais ontem agradecendo as mensagens de apoio que têm recebido e disse que fará uma live em breve para comentar o caso.

Publicidade

Indicado por Bolsonaro, Nunes Marques julgará ação de Flávio Bolsonaro

Após ser expulso da Hillsong, pastor de Justin Bieber confessa adultério