Filho de pastor se suicida com faixa de jiu-jitsu em Manaus e comove igreja

Setembro chegou, e com ele a campanha “Setembro Amarelo”, de prevenção ao suicídio. A internet tem destacado histórias que ilustram bem como o assunto é delicado.

Pai e filho amavam o Jiu-Jitsu.
Pai e filho amavam o Jiu-Jitsu.

Uma dessas narrativas é a de César Oliveira, Cesinha, como era conhecido, filho primogênito do pastor Cézar Oliveira e da pastora Meiriane Dantas De Oliveira Ceva, líderes da Comunidade Evangélica Visão Apostólica em Manaus.

Ele acabou se suicidando em abril. Foi o próprio pai quem encontrou o corpo do filho, por volta das 7h da manhã, na residência da família em Manaus (AM). Cesinha utilizou uma faixa de jiu-jitsu pra tirar a própria vida.

Tanto Cesinha quanto o pai, pastor César Oliveira, eram amantes do jiu-jitsu, e frequentavam a mesma academia juntos. Eles também comemoravam as medalhas e vitórias um do outro no esporte.

A mãe do jovem publicou uma mensagem falando sobre a falta que o filho já está fazendo na vida de toda sua família.

“Meu filho… O que dizer de alguém como você meu amor? Você foi o fruto do nosso amor, meu primogênito. Tão lindo, tão na sua… A mamãe amava ouvir “nossa ele é a tua cara”, isso me deixava tão feliz, filho.

Seu sorriso meu filho vai me fazer tanta falta, o seu carinho todo constrangido com a mãe, só Deus sabe o quanto dói. Mas saiba filho, que você sempre será o nosso orgulho pelo filho maravilhoso que fostes em nossa vida.

Creia que não importa o que digam, eu irei te reencontrar na Glória. Para sempre meu filho amado César Henrique. Meu Crush. Meu bebê.”, disse a mãe.

A família do jovem não informou se ele fazia tratamento para algum transtorno ou depressão, mas o caso chamou atenção da comunidade evangélica.

No Brasil existe o Centro de Valorização da Vida (CVV), que é uma das instituições que dão apoio emocional e trabalham para prevenir o suicídio, de todas as formas. Ele funciona 24h por dia, todos os dias da semana. Para pedir ajuda, basta ligar para o número 188 ou acessar o site do CVV.