in

Filhos do Pastor Everaldo são soltos, mas ele continuará preso

Laércio e Filipe Pereira, filhos do Pastor Everaldo, pediram ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), que revogasse suas prisões temporárias, o que foi negado pelo ministro do STF. No entanto, como o prazo da prisão temporária, de 5 dias nesse caso, se venceu e a Procuradoria-Geral da República (PGR) não pediu prorrogação, os dois foram soltos.

Publicidade

Pastor Everaldo, no entanto, segue preso. A prisão dele é preventiva e não tem prazo certo para acabar. Além disso, ela foi prorrogada pelo ministro Benedito Gonçalves do STJ na última terça-feira (01).

Os três foram presos na última sexta-feira (28), no âmbito da operação Tris In Idem, que também culminou no afastamento do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC).

A polícia e o Ministerio Público acreditam que Pastor Everaldo usou “laranjas”, imóveis, offshore e depósitos fracionados para lavar dinheiro desviado de contratos do governo do Rio de Janeiro na área da Saúde. Os dois filhos do presidente do PSC são acusados de participar do mesmo grupo.

PUBLICIDADE

Segundo o ex-secretário de Saúde do Rio, Edmar Santos, Pastor Everaldo mandava na área da saúde do governo estadual. As informações foram reveladas através de uma delação premiada.

Ainda conforme o acordo de delação, homologado pelo ministro Benedito Gonçalves do STJ, as declarações prestadas por Edmar indicam que um dia antes da Operação Placebo, que mirou Wilson Witzel, o governador repassou R$ 15 mil a Pastor Everaldo, “o qual mostrou a quantia a Edmar, com receio, em tese, de que a Polícia Federal encontrasse os valores na realização das buscas.”

Quando foi abordado em casa por policiais federais que cumpriam o mandado de prisão, o pastor demorou a abrir a porta de seu apartamento de luxo no Rio de Janeiro, e chegou a gritar: “não tem dinheiro em casa” para os agentes, que conseguiram cumprir o mandado minutos depois.

Publicidade

Evangélica, atriz Luiza Tomé se batiza no Rio Jordão em Israel

Flordelis faz acordo para ser intimada na terça, após duas tentativas