Flordelis: 2 filhos da cantora gospel são presos no sepultamento do pai

As investigações sobre a morte do pastor Anderson do Carmo, esposo da cantora gospel e deputada federal Flordelis (PSD), que foi assassinado em casa na madrugada de domingo (16), seguem à todo vapor.

Cantora gospel Flordelis chora em enterro do marido, pastor Anderson do Carmo.
Cantora gospel Flordelis chora em enterro do marido, pastor Anderson do Carmo.

Durante o enterro do pastor ontem (17), a Polícia Civil, discretamente, prendeu dois filhos do casal, que tinham mandados de prisão pendentes contra si.

Foram presos Flávio dos Santos Rodrigues, de 38 anos, que é filho biológico da cantora gospel, e tinha contra si um mandado de prisão por violência doméstica, e Lucas dos Santos, de 18, que responde por um crime análogo ao tráfico de drogas, cometido quando ele ainda era menor de idade.

Embora a polícia não afirme oficialmente que os dois são suspeitos da morte do pastor, pai de ambos, eles foram levados à divisão de homicídios de Niterói, que investiga o crime.

A principal linha de investigação adotada é a de que um familiar tenha matado ou encomendado a morte do pastor Anderson do Carmo. A polícia já descarta ter havido um latrocínio, pela quantidade de balas disparadas – 15.

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, confirmou ontem em entrevista que a suspeita do crime está recaindo sobre um dos filhos da cantora gospel Flordelis e do pastor, sem especificar qual.

“A morte nos causa muita perplexidade. Estive com o secretário de Polícia Civil (delegado Marcus Vinicius Braga) e ele me disse que há suspeita de que um dos filhos adotados, não sei se formalmente ou informalmente, teria praticado o crime. Agora está nessa linha de investigação. Entendemos que é um fato lamentável, e espero que tudo seja rapidamente esclarecido.”, declarou.

Informações dão conta de que os filhos, supostamente, haviam descoberto uma traição extra-conjugal do pastor Anderson, e teriam arquitetato a morte para defender a mãe, a cantora gospel Flordelis.

Durante o sepultamento, Flordelis rebateu as afirmações do governador, e rechaçou a possibilidade de um de seus filhos ter cometido o crime.

“Isso [que Wilson Witzel falou] é uma grande mentira. Não é verdade. Não vou permitir que acusem um dos meus filhos sem provas”, declarou.

A cantora gospel defende que o marido foi morto durante um assalto, e chegou a afirmar que o portão de casa estava aberto. Mas a polícia constatou que não foi levado nada pelos criminosos, e o número de disparos contra o pastor sugerem uma execução.

O sangue do cachorro da família está sendo periciado para saber se foi dopado ou se conhecia os criminosos, já que não apresentou reações. O laudo deve sair em alguns dias, e o inquérito segue ouvindo familiares.