Vice-presidente, gospel Flordelis pode ser afastada da bancada evangélica

A cantora e deputada gospel Flordelis (PSD) é a vice-presidente da bancada evangélica na Câmara dos Deputados, mas não se sabe se ela ocupará esse posto por muito tempo.

Cantora e deputada gospel Flordelis.
Cantora e deputada gospel Flordelis.

Investigada pela Polícia Civil do Rio de Janeiro pela morte do marido, pastor Anderson do Carmo, que foi assassinado em julho deste ano, Flordelis tem trazido para a bancada evangélica certo desconforto.

Deputados avaliam afastar a cantora gospel do lobby evangélico no parlamento, para não manchar a imagem dos demais integrantes, segundo o jornal O Globo.

Na última terça (27), a bancada promoveu uma reunião que discutia o problema. Segundo a jornalista Natália Portinari, “Flordelis chegou à reunião, atrasada, e o assunto mudou”.

A cantora gospel cumprimentou os colegas e, de resto, se manteve calada. Antes da morte do marido, a deputada evangélica era uma das mais ativas da frente, uma das poucas mulheres que se envolvia em articulações durante as reuniões, e que participava ativamente das discussões do grupo.

Parte da bancada evangélica defende que a deputada seja excluída do grupo, enquanto outra parte argumenta que deve-se aguardar o fim das investigações da Polícia Civil, para determinar qualquer medida mais efetiva.

A cantora gospel e deputada Flordelis alega que é inocente, e que não teria motivos para planejar a morte do marido.