in

Flordelis e pastor iam à casa de swing e tinham ‘vida dupla’, diz testemunha

A cantora gospel Flordelis virou assunto nesse fim de semana na imprensa, após o Jornal do SBT divulgar informações sobre o inquérito que investiga a morte do ex-esposo da cantora e deputada federal, pastor Anderson do Carmo, executado em junho de 2019.

Publicidade

Segundo o relato de uma testemunha à Polícia Civil, Flordelis tinha com Anderson uma vida dupla, e chegaram até a possuir um quarto exclusivo numa casa de swing, onde acontecem trocas amorosas de casais.

A empresária de 32 anos que contou isso à polícia, disse que uma amiga sua reconheceu a cantora gospel durante um culto que foram juntas, e disse que amiga havia lhe dito que Flordelis era “a mulher que frequentava a casa de swing que eu frequento”.

Ao ouvir a informação da amiga, a empresária lembrou que certa vez visitou Flordelis em um dia no qual os fiéis eram proibidos de irem na casa dela, e, na ocasião, encontrou a cantora gospel Flordelis, o Pastor Anderson do Carmo, a filha biológica Simone, e o marido dela, André, todos saindo de um quarto, de toalha. Acrescentou, também, que havia mais pessoas no local.

PUBLICIDADE

Segundo o depoimento, alguns fiéis chegaram a descobrir a “vida dupla” de Flordelis e seu esposo, e por isso resolveram deixar a igreja, mas acabaram sofrendo perseguição.

Na semana passada, foi divulgado pelo jornal Extra outro trecho do inquérito que investiga a execução do pastor Anderson do Carmo. Nele, o filho adotivo da cantora gospel, Lucas Cézar dos Santos, afirma à polícia que Flordelis tenta culpá-lo pela morte do pastor Anderson, para livrar a barra do filho biológico, Flávio dos Santos, que também está preso aguardando julgamento, assim como Lucas.

A defesa da cantora gospel e parlamentar Flordelis disse que não se pronunciaria porque o inquérito corre sob segredo de justiça. Mas, sempre que pode, Flordelis diz que é inocente e não tem qualquer participação no crime.

Publicidade

Fátima Bernardes diz que é a favor da liberação do aborto e drogas no Brasil

Banda gospel Oficina G3 perde seu vocalista após 12 anos de parceria