Flordelis não vai a protesto gospel que pede justiça por morte do marido

Familiares e amigos do pastor Anderson do Carmo, esposo da cantora gospel Flordelis, que foi assassinado em 16 de junho, fizeram um ato ontem (21) no Rio de Janeiro, pedido por justiça.

Cantora gospel Flordelis explica ausência em ato para marido assassinado.
Cantora gospel Flordelis explica ausência em ato para marido assassinado.

Eles fizeram uma passeata até o cemitério onde o pastor foi sepultado, e soltaram diversos balões brancos. Mas o fato que chamou a atenção foi a ausência da cantora gospel Flordelis.

Filhos do casal compareceram, e afirmaram que esperam que a justiça seja feita. Dois filhos da cantora gospel estão presos, e são os principais suspeitos do crime até agora, segundo a polícia, já que um deles confessou na delegacia ter dado 6 tiros no pastor.

O aparelho celular da vítima, que teria sido entregue à cantora gospel Flordelis, ainda não foi encontrado, e ela disse à polícia que não tem ideia de onde o objeto esteja, nem se recorda se o recebeu no dia da morte do pastor.

A Polícia Civil entrou com um pedido na Procuradoria-Geral da República, pedindo para investigar a cantora gospel, que também é deputada federal (PSD), e portanto possui foro privilegiado. Ela nega qualquer ligação com o crime.

Sobre sua ausência no ato, Flordelis afirmou na tarde de ontem que não participou porque, segundo ela, estão desrespeitando sua dor.

“Eu estou aqui para agradecer a todo o apoio e orações que estou recebendo. Quero dizer para você, continue orando, porque eu creio no poder da oração. Hoje está acontecendo um protesto de pedido de justiça. Eu creio que a justiça para esse crime cruel e covarde que foi feito com o meu marido vai acontecer. Eu só não fui lá pessoalmente porque estão explorando demais a minha imagem e a minha dor. Mas eu creio que a justiça será feita”, afirmou.

A Polícia Civil continua investigando a participação de mais pessoas no crime, bem como sua possível motivação.