Recordista gospel, Aline Barros não consegue mais emplacar no Grammy

A cantora gospel Aline Barros parece que não é mais a queridinha do Grammy Latino. Ela é a recordista evangélica brasileira na premiação, com 7 prêmios na carreira.

Cantora gospel Aline Barros recebendo Grammy Latino em 2017.
Cantora gospel Aline Barros recebendo Grammy Latino em 2017.

Acontece que, desde que saiu da MK Music, a cantora gospel não conseguiu mais ser indicada à premiação, mesmo tendo lançado dois álbuns nesse período. Aline Barros migrou para a Sony Music Gospel. Seu último prêmio foi em 2017, último ano dela na MK Music.

Nessa semana saiu a lista dos indicados ao próximo Grammy Latino, com destaque para a cantora gospel Priscilla Alcantara, que, sem muita surpresa, estreia na lista. Confira:

Grammy Latino 2019 – Melhor álbum cristão de língua portuguesa:
“Gente” – Priscilla Alcantara
“Sagrado” – Adriana Arydes
“Guarda Meu Coração” – Delino Marçal
“Preto No Branco 3” – Preto no Branco
“360º” – Eli Soares

Após críticas ao longo dos anos, com indicações esdrúxulas, o conselho do Grammy Latino tem cuidado para ficar mais antenado com a realidade musical gospel, diversificando seus indicados e dando espaço para novos talentos comprovados da música.

A premiação do Grammy Latino 2019 acontecerá dia 14 de novembro, a partir das 22h (horário de Brasília). Se a cantora gospel Aline Barros vai voltar para a lista, só o tempo dirá.