in

Live gospel de Aline Barros desrespeita medidas de isolamento social

A cantora gospel Aline Barros realizou no último sábado (18) uma live com o propósito de arrecadar fundos para a AACD, que contou com a participação de vários artistas evangélicos. Mas o que chamou atenção mesmo foi o descuido dos envolvidos com medidas de proteção contra a Covid-19, causada pelo novo Coronavírus.

Publicidade

A cantora Cassiane, por exemplo, já começou sua participação abraçando Aline Barros, o que não é recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), já que contatos íntimos como beijo, aperto de mãos e abraço, devem ser evitados, conforme as autoridades sanitárias, para evitar a proliferação do vírus.

Cassiane, que já foi alvo de outra polêmica neste fim de semana por lançar um clipe gospel que romantiza a violência doméstica, afirmou ao abraçar Aline Barros que eles estavam imunes ao “coronga”.

“Gente, o ‘coronga’ não pega em nós, não, aleluia! A gente está sendo muito cuidadosa. Não fique preocupado, porque eu ouvi de um infectologista que, no mundo inteiro, 99% das pessoas vai pegar. Como o Senhor também cuida, e a gente faz a nossa parte… Eu cheguei de máscara e tirei porque senão como é que eu canto? Mas desde a hora que eu cheguei eu estou com a minha mão que é álcool puro”, justificou-se a cantora gospel.

A recomendação, no entanto, é a de que as pessoas mantenham distância mínima de 2 metros umas das outras, mesmo que estejam usando álcool 70% nas mãos. A informação de que 99% das pessoas irão pegar a doença no mundo também é um dado incerto, e não deve ser levado em consideração para afrouxar as medidas de isolamento e contenção à Covid-19.

PUBLICIDADE

Outro momento que infringiu as determinações sanitárias das autoridades foi protagonizado pela própria anfitriã Aline Barros, que abraçou a cantora gospel Bruna Karla, que teve bebê há pouquíssimo tempo.

“Dá vontade de te dar um abraço. Ah, dá aqui um abraço!”, disse Aline enquanto, meio relutante, abraçava a cantora gospel Bruna Karla.

Até às 08h desta segunda-feira (20/07), o consórcio de veículos de imprensa formado pelo Grupo Globo, Estadão e Folha/UOL, anunciou o número de 2.100.112 pessoas infectadas em todos os estados e no DF, com 79.535 mortes em todas as regiões do país pela Covid-19.

Publicidade

Cassiane pede perdão por clipe gospel polêmico: ‘Houve falha’

Surda e muda é curada após oração de missionária: ‘Sua orelha abriu’