Conecte-se conosco

Música Gospel

Cantora gospel Ana Paula Valadão tenta acalmar intrigas das eleições

Publicado

em

Cantora gospel Ana Paula Valadão e seu esposo, Pr. Gustavo Bessa.

Jair Bolsonaro como o novo presidente da república. [caption id="attachment_28178" align="alignleft" width="398"]Cantora gospel Ana Paula Valadão e seu esposo, Pr. Gustavo Bessa. Cantora gospel Ana Paula Valadão e seu esposo, Pr. Gustavo Bessa.[/caption] Ana Paula Valadão votou e fez campanha para ele, assim como outros diversos artistas do meio gospel. Ela chegou a ser bastante criticada pelo apoio dado, principalmente após dizer que só votava nele para “tirar o PT do poder”. Agora, a cantora disse que a postura de todos os cristãos, independentemente do voto dado, é o de orar torcer para que o mandato de Bolsonaro seja próspero para o país. “1º dia após as eleições e o #Brasil é de todos os brasileiros. O #presidente eleito é sobre #todos e não apenas sobre os que votaram nele. Como #cristãos nossa postura, independente de quem recebeu nosso voto, deve ser a de abençoar e não amaldiçoar. Torcer, orar, profetizar que vai dar certo. Que os muros que se manifestaram na campanha eleitoral, separando até amigos e familiares, sejam derrubados para que, juntos, vejamos o país avançar. #Democracia #Paz #Liberdade #União #TodosPeloBrasil”, diz a legenda da publicação. Essa campanha de 2018 acabou dividindo o país, desde núcleos familiares e afetivos, até dentro da própria música gospel, onde alguns de seus maiores expoentes, como Ana Paula Valadão, Eyshila e Nani Azevedo, por exemplo, que acabaram discutindo com alguns de seus seguidores em algumas oportunidades, por conta dos apoios em Bolsonaro e Fernando Haddad. Tadeu Ribeiro [email protected]]]>

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe um Comentário







+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página