Conecte-se conosco

Gospel

Bruna Karla rejeita convites para cantar em igrejas LGBTs: “Sou contra”

“Deus vai pedir conta às pessoas que estão à frente dessas igrejas”

Publicado

em

Cantora gospel Bruna Karla - Foto: Positivamente Podcast

A cantora gospel Bruna Karla, considerada uma das artistas cristãs mais famosas do meio gospel é uma das mais ouvidas no Brasil, concedeu entrevista à Karina Bacchi onde falou de sua carreira, além da vida religiosa.

Um dos assuntos conversados por elas foi em relação à teologia inclusiva, mais conhecida como ‘igrejas LGBTs’. Bruna Karla deu uma declaração que vem viralizando nas redes sociais e em grupos ligados aos evangélicos.

“Deus vai pedir conta às pessoas que estão à frente dessas igrejas [inclusivas] porque estão levando todo um povo a viver uma vida completamente contrária”, disse a cantora.

“As pessoas têm mania de pegar a Palavra, e pegar os pontos que agradam, sabe? Os pontos que convém. ‘Me convém isso aqui, então vou pegar esse ponto isolado do versículo e vou viver isso aqui’. Se esquecem que a Palavra é toda, para ser vivida”, contou ela.

Bruna, que hoje pertence ao cast da MK Music, maior gravadora gospel do País, participou em dezembro de 2021 do Positivamente Podcast, da ex-atriz da TV Globo Karina Bacchi.

“A Palavra de Deus é muito clara. A Palavra diz que a porta é estreita. Não é sobre viver as minhas vontades, não é sobre viver os meus desejos. Não é uma porta enorme, larga, que eu faço o que eu quiser no Evangelho, que eu visto a roupa que eu quiser, que eu vivo à maneira que eu quiser, falo o que quiser… não é oba-oba”, disse Bruna naquela ocasião.

“Eu sou completamente contra essas igrejas. Me perguntaram um dia se eu iria cantar, eu falei ‘não vou, não canto, não vou compactuar com algo que está completamente fora dos princípios’. O que o Senhor tem para cada um de nós é uma vida transformada”, completou Bruna Karla.

“Não é sobre só homossexualismo. São vícios, são desejos, pensamentos que o ser humano luta diariamente contra. É uma luta diária, e você abrir mão […] viver o que o Senhor quer. O Evangelho não é sobre mim, não é sobre as minhas vontades, o Evangelho é sobre a Palavra, é sobre Jesus, sobre quem é Jesus e o que Ele quer para a minha vida, através da minha vida”, finalizou ela.













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página