Conecte-se conosco

Mundo Cristão

Ludmila Ferber afirmou que viveu relacionamento abusivo: “Quase morri”

Publicado

em

Pastora e cantora Ludmila Ferber - Foto: Divulgação

Há 15 dias, o Brasil e o mundo perdia uma das maiores líderes religiosas de todos os tempos, a cantora gospel e pastora Ludmila Ferber. Ferber morreu no dia 26 de janeiro após uma intensa luta contra o câncer.

Três semanas depois, internautas resgataram uma fala da cantora em que ela relata ter vivido em um relacionamento abusivo quando foi casada. A artista não citou o nome do parceiro, mas fãs lembraram que a cantora foi casada por mais de 16 anos com o pastor José Antônio Lino.

Vale lembrar que na última semana José Lino revelou estar sofrendo ataques após a morte da cantora. Ele contou que vem recebendo muitas críticas e xingamentos nas redes sociais, desde que a cantora faleceu. Dentre as acusações que recebeu, Lino teria abandonado Ludmila no meio do tratamento contra a doença e teria agredido a pastora fisicamente em várias ocasiões.

Em entrevista ao Instituto Sérgio Lima, em 17 de setembro de 2020, Ludmila Ferber revelou que viveu em um relacionamento abusivo e que quase morreu por causa disso. Segundo Ludmila, ela viveu nesta situação por vários anos e até pensou que, na verdade, ela estaria louca.

Mesmo diante dos abusos que ela revelou sofrer, Ferber jamais cancelou eventos. Sempre cumpria sua agenda mesmo diante da dor física e emocional daquele tempo. Ela nunca parou de adorar a Deus, de acordo com ela. “Eu sou uma mulher de Deus. Não sou um embuste. Eu não sou uma mulher de Deus de plástico. E quanto mais dores eu vivia, eu descobria uma coisa; agora eu vou ministrar”, contou.

Ela disse que após alguns anos Deus o livrou do relacionamento. Segundo ela, o seu parceiro resolveu se separar dela. “Ou eu morria ou Deus intervinha. Como Deus sabia que eu estava extremamente entranhada nesse sistema abusivo, eu estava sem força”, disse ela. “Então Deus fez algo completamente surreal e interrompeu o meu relacionamento, não da minha parte”.

A fala da Ludmila confirma parte do relato feito por seu ex-marido. José disse que depois de alguns anos, o casal começou a apresentar problemas entre eles. Inclusive procuraram psicólogos e terapeutas para salvar o casamento. Porém, nada adiantou, e diante disso, José resolveu sair de casa, após 16 anos, depois de muita conversa entre Ludmila e suas três filhas.

Vale esclarecer que, o divórcio entre Ludmila Ferber e José Lino aconteceu em 2014. Ludmila descobriu o câncer em 2018, quatro anos depois da separação. Confira o relato da pastora no vídeo abaixo:













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página