in

Evangélica, vice-governadora do ES critica clipe gospel de Cassiane

A vice-governadora do Espírito Santo, Jaqueline Moraes, criticou o clipe gospel da cantora Cassiane que foi acusado nas redes sociais de romantizar a violência doméstica contra as mulheres.

Publicidade

Jaqueline é evangélica há décadas, e disse que respeita muito a cantora gospel Cassiane, revelando que a acompanha há 30 anos. As informações são do jornal capixaba A Gazeta.

“Antes de mais nada quero registrar o meu carinho e admiração pela cantora gospel Cassiane, que acompanho há quase 30 anos, na minha caminhada cristã-protestante. Quero registrar, também, a letra profunda sobre o poder transformador da voz de Deus”, disse ela.

A vice-governadora considerou, no entanto, que o clipe gospel de “A Voz”, lançado sexta-feira (17) pela MK Music, foi infeliz.

“Fazendo essa consideração, gostaria de registrar o meu repúdio pela construção das cenas do clipe da música ‘A Voz’, que traz uma mulher silenciada pela grande violência física, mental e patrimonial do marido. Concordo com a importância de orar, mas não de abrir mão de denunciar, independentemente da nossa posição cristã”, considera.

PUBLICIDADE

Jaqueline citou ainda uma pesquisa feita pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo, que revelou um dado alarmante: cerca de 40% das mulheres que se declararam vítimas de agressões físicas e verbais de seus maridos são evangélicas.

“Isto me moveu a criar, dentro do programa Agenda Mulher, em parceria com pastoras e líderes evangélicas, um projeto chamado ‘Viver em Paz’ onde tratamos no seio da igreja a violência doméstica, na maioria das vezes silenciada por frases do tipo ‘ora que melhora’, ‘isso é coisa do diabo’, ‘pague um preço irmã por ele’… Essas e tantas outras frases nos fazem acreditar que nas primeiras práticas da violência a mulher deve procurar as redes de proteção e denunciar”, considerou a sub-chefe do executivo capixaba.

Após a repercussão negativa do vídeo, no qual uma mulher aparece apanhando do marido e não o denuncia à polícia, a cantora gospel Cassiane lançou uma nova versão do clipe, que continua recebendo críticas, mesmo após as edições de cenas.

Publicidade

Yudi agradece a Deus pelas batalhas: ‘Com Ele, a vitória é certa’

Ciência captura reação exata de cérebro que teve experiência com Deus