in

Idosa de 90 anos é curada da Covid-19: ‘A obra de Deus em mim não acabou’

Uma mulher de 90 anos tem chamado a atenção nas redes sociais após ser curada da Covid-19, causada pelo novo Coronavírus.

Publicidade

Geneva Wood foi infectada na casa de repouso ‘Life Care Center’, nos EUA, onde ficou hospedada após sofrer um derrame no ano passado, logo após o Natal. Antes de contrair a doença, Geneva estava a poucos dias de receber alta e ir pra casa.

Os planos da idosa foram interrompidos após o surto do novo Coronavírus se tornar uma pandemia, o que obrigou o centro a fechar suas portas, e impedir que qualquer idoso entre ou saia de lá.

A filha de Geneva lembra o quanto ficou preocupada quando soube da doença da mãe, em um período já difícil de recuperação por conta do derrame.

“Quando ela caiu e quebrou o quadril, eu sabia que ela ficaria decepcionada e ficaria um pouco deprimida por um tempo, [mas] eu sabia que ela se levantaria novamente e faria de tudo para melhorar”, ela lembrou.

“[Mas quando] eles a levaram para Harborview [para um teste do Covid-19] e a isolaram foi quando comecei a me preocupar. Ela precisa da família dela. Ela não fica muito bem sozinha. Eu estava com medo de que ela desistisse. Ela ela estava se recusando [a aceitar a doença], até que o médico nos ligou com preocupações de que eles achavam que ela não iria conseguir e pedindo que nós fôssemos ao hospital “, continuou a lembrar.

PUBLICIDADE

A doença se agravou na senhora Wood, e a família ficou sem contato físico com ela por precaução. Eles se falavam apenas por videoconferência, organizada pelas enfermeiras diariamente.

Até que no último dia 22, os testes para a Covid-19 em Geneva deram negativos, indicando que ela estava livre da doença.

“Este é um presente de Deus, Sua obra em mim ainda não terminou!”, disse ela, ao saber que estava curada.

Dados da Universidade John Hopkins, dos EUA, que monitora em tempo real a pandemia em todo o planeta, até às 15h30 desta sexta-feira (27), cerca de 128.000 pessoas já estão curadas do Covid-19 em todo o mundo. O número de pessoas infectadas já soma 576.000 em 176 países.

Aqui no Brasil, as secretarias estaduais de saúde já anunciaram a confirmação de 3.036 pessoas infectadas em todos os estados e no DF, com 77 mortes em todas as regiões do país. Os números tendem a crescer em ritmo mais acelerado nos próximos 30 dias, segundo o Ministério da Saúde. As recomendações das autoridades sanitárias do Brasil e do mundo são para que as pessoas fiquem em casa, evitem aglomerações, higienizem bem as mãos com água e sabão ou álcool em gel (70%), e procurem atendimento médico apenas se apresentarem falta de ar.

Publicidade

Pelé lamenta morte de irmão mais novo Zoca: ‘Que Deus o receba no céu’

Pastor Leonardo Sale é criticado por foto sem camisa e responde