Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Jogadores brasileiros e suas famílias pedem ajuda para deixar Ucrânia

Publicado

em

Jogadores brasileiros estão com a família em hotel e pedem ajuda para deixar a Ucrânia - Foto: Reprodução

Após a Rússia invadir a Ucrânia nesta quinta-feira (24/02), brasileiros no país atacado foram para as redes sociais para pedir ajuda ao Brasil.

Um grupo de 20 brasileiros, que estão em um hotel localizado na cidade de Kiev, na Ucrânia, pediram ajuda à embaixada brasileira para deixar o país.

Entre os brasileiros estão jogadores do Shaktar Donetsk, time ucraniano que atualmente tem 12 brasileiros no elenco, e do Dynamo de Kiev, que tem dois brasileiros. No grupo que aparece no vídeo, estão também o atacante David Neres e o lateral-esquerdo Ismaily, ambos com passagens pela seleção brasileira.

“Aqui estamos todos reunidos com as nossas famílias, hospedados em um hotel”, diz o jogador Marlon em vídeo que está sendo divulgado pelas redes sociais.

Segundo ele, a falta de combustível, com a fuga de milhares de moradores do conflito, fez com que eles ficassem presos na cidade. Além disso, as fronteiras e o espaço aéreo foram fechados. “Espero que a embaixada possa nos ajudar”, disse.

“Nos sentimos realmente abandonados, porque não sabemos o que fazer. As notícias não chegam até nós, a não ser as do Brasil”, desabafa uma das esposas dos jogadores. “Saímos com uma peça de roupa e não sabemos como vamos resolver a situação.”

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou nesta quinta-feira (24/02), uma operação militar no leste da Ucrânia, e explosões foram vistas e ouvidas em Kharkiv e na capital, Kiev. Em seu discurso, Putin fez ameaças e disse que quem tentar interferir sofrerá consequências nunca vistas.













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página