in

Jovem que teve testa tatuada com “Sou ladrão e vacilão” se batiza na Renascer

No último sábado de 2017 o jovem Juan, que se tornou famoso por ter a testa tatuada após cometer um crime, se batizou durante uma cerimônia realizada em uma clínica de reabilitação na cidade de Mairiporã.

Publicidade

O jovem teve sua dignidade violada por um tatuador, que utilizou de seus próprios meios para fazer justiça com as próprias mãos, atitude vedada expressamente pela Constituição Federal e o Código Penal. A história gerou comoção nacional, após serem constatadas as violações de direitos humanos praticadas.

Líderes da Igreja Renascer em Cristo que realizam atividades evangelísticas na clínica, compartilharam a confraternização que fizeram no local e comemoraram pelos dez internos que resolveram se batizar.

Juan era um deles e sua história foi relembrada por um dos líderes através das redes sociais. “Esse é o Juan, um jovem que por cometer um erro teve sua testa tatuada com os dizeres: “Sou ladrão e vacilão”. Foi julgado e exposto para o Brasil todo pelo seu pecado/erro. Hoje depois de ouvir a palavra na clínica onde está se recuperando, resolveu renascer em Cristo, livre do passado e daquilo que satanás quis colocar como uma verdade em sua vida.”

PUBLICIDADE

A história de Juan teve repercussão nacional, acusado de roubo na cidade de São Caetano (SP), ele foi apreendido por dois homens, um deles é tatuador e escreveu “Eu sou ladrão e vacilão” na testa do jovem. O tatuador foi preso por tortura e Juan (alguns sites escrevem seu nome como Ruan) ganhou sessões de laser para remover a tatuagem. Ele está nesta clínica se tratando do vício de drogas.

(JM Notícia)

Publicidade

Morre aos 90 anos Thomas Monson, presidente da igreja dos mórmons

Após polêmicas, Priscilla Alcântara deixa de seguir Daniela Araújo e Jotta A