Conecte-se conosco

Mundo Cristão

Juninho Black revela história por trás do seu cabelo, após 10 anos sem cortar

Publicado

em

O cantor gospel Juninho Black, ex-vocalista da primeira temporada da Banda Preto no Branco, exibe seu novo visual desde março deste ano. Mas, o que muitos não sabem é que por trás do novo corte de cabelo há uma emocionante história.

Mineiro de Belo Horizonte, Juninho Black, desde os 4 anos de idade, apresentava sua vocação musical, cantando e encantando seus familiares com várias canções. Aos 8 anos, ganhou um violão e começou a praticar, ingressou no coral CIA & Alegria da igreja que seus pais frequentavam, a Batista da Lagoinha. Ali começou a sua carreira musical.

Em 2014 foi chamado para compor a Banda Preto no Branco, à convite do produtor musical Alex Passos. Então surgiu um dos maiores grupos cristãos, tendo como vocais os cantores Clovis Pinho, Weslei Santos e Eli Soares, além do próprio Juninho Black. No entanto, em 2016 o cantor oficializou sua saída do grupo para seguir carreira solo.

PENTEADO BLACK POWER

Por muitos anos Juninho Black exibiu seu ‘black power’, um dos estilos mais populares e charmosos, e que ficou famoso nos anos 60 e 70. O estilo que foi usado por Juninho por muitos anos, no entanto, agora é passado. O cantor se desfez do estilo em março deste ano, após 10 anos.

Mas, segundo o cantor, o seu ‘black power’ foi consequência de uma promessa que ele fez ao Senhor: “Não cortar os cabelos por 10 anos”, disse.

A promessa foi feita porque o cantor conquistou um grande milagre através de Deus: “Eu sofri com um problema cardíaco que me adoeceu por alguns anos e Deus me deu a cura depois de 2 cirurgias”, revelou Juninho.

JULGAMENTOS

O artista, inclusive, revelou que já sofreu julgamentos com relação ao cabelo. Ele conta que perdeu agendas por causa do visual, mas seguiu firme na promessa feita à Deus.

“Só eu sei o peso da promessa que fiz, pois incontáveis vezes eu ouvia alguém questionando a credibilidade do meu ministério ou me julgando pela aparência e assim foi durante esses 10 anos”, disse ele.

“Me lembro inclusive de um grande nome da música gospel que me disse quando eu ainda estava no início do meu ministério: ‘Juninho, se você cortar esse cabelo posso até te ajudar a marcar umas agendas’. Eu respondi a ele que não quebraria meu voto. E por causa disso ele não me ajudou”, lembra.

Juninho Black antes e depois – Foto: Reprodução

VOLTA POR CIMA

Entretanto, apesar de ter perdido oportunidades profissionais, Juninho Black se manteve crente nas promessas de Deus. E pouco tempo depois, o Senhor mudou sua vida da água para o vinho; suas canções rodaram o mundo inteiro.

“Pouco tempo depois Deus levantou meu ministério no mundo inteiro através das minhas canções. A promessa que eu havia feito devido a uma enfermidade, com o passar do tempo se transformou para mim em um memorial da minha cura e para muitas pessoas o black era uma marca registrada quase irreversível, sem que eu planejasse o cabelo se tornou até mesmo meu ‘sobrenome’”, disse ele.

O artista conta que o “black” surgiu porque era chamado assim pelos fãs, amigos e seguidores. Foi então que nasceu seu sobrenome oficial. “E talvez leve esse nome artístico para sempre, mas confesso a vocês que é incrível para mim transcender essa obrigatoriedade de manter o black, e hoje posso evidenciar visualmente quem sempre fui… o Júnior”, disse.

Juninho Black é pai de quatro crianças, administra uma empresa de proteção veicular e segue lançando músicas. No seu canal oficial no YouTube, o compositor de “Os Sonhos de Deus” tem lançado várias canções gospel ajudando assim no crescimento espiritual de milhares de pessoas.

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe um Comentário













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página