Justin Bieber ficou um ano sem transar antes de casar: ‘Vou me dedicar a Deus’

O cantor canadense Justin Bieber foi o destaque de capa da edição 03/19 da revista Vogue, ao lado de sua esposa, a modelo Hailey Baldwin. Os dois casaram em setembro de 2018, em uma cerimônia íntima e privada, mas o casal agora se programa para dar um festão de arromba, para os demais convidados.

Justin Bieber é evangelico e congrega na Hillsong Church.
Justin Bieber é evangelico e congrega na Hillsong Church.

A modelo disse que buscou direção de Deus antes de aceitar o pedido de casamento de Justin Bieber: “Orei muito para me sentir em paz com essa decisão e é nesse lugar que eu estou. Eu o amo muito. Eu já o amava há muito tempo”, declarou.

Justin Bieber também revelou que buscou direção de Deus para o momento, e confidenciou à revista que ficou mais de um ano sem fazer sexo, até voltar a namorar com Baldwin, e que optou por fazer esse celibato com o fim de se sentir mais próximo de Deus.

“Ele quer nos proteger da dor e sofrimento, acho que sexo pode causar muita dor. As pessoas às vezes transam porque não se sentem boas o suficiente, porque não se valorizam. Quis me dedicar com Deus porque senti que seria o melhor para a minha alma”, afirmou o cantor.

Questionado pela revista sobre os atos polêmicos que ele cometeu no passado, inclusive durante sua passagem aqui pelo Brasil (quando foi flagrado em um bordel e foi visto ao lado de supostas prostitutas), Justin Bieber esclareceu que na época abusava de medicamentos ansiolíticos, para controlar sua ansiedade, e garantiu que se envergonha de ter praticado tais atos “promíscuos”.

“Fiz coisas que me envergonho, estava sendo muito promíscuo”, disse Justin Bieber.

O casamento para todos os convidados do cantor ainda não possui data marcada.