Katy Perry é condenada por plagiar música gospel nos EUA

Katy Perry, uma das maiores cantoras pop da atualidade, acabou perdendo uma ação judicial ontem (29), que a condenou por plágio de uma música gospel no hit “Dark Horse”.

Cantora pop Katy Perry em "Dark Horse".
Cantora pop Katy Perry em “Dark Horse”.

A disputa, que se arrastava desde 2014 na justiça americana, culminou com o júri popular considerando que Katy Perry plagiou a canção “Joyful Noise”  do rapper gospel Marcus Gray, conhecido pelo nome artístico Flame.

Os advogados de Katy Perry argumentaram que o trecho plagiado era, na verdade, um padrão musical básico, e que por isso não tinha direito à proteção de direitos autorais, mas o júri de Los Angeles, Califórnia (EUA) decidiu que a cantora cometeu uma infração autoral.

A decisão foi unânime, e a cantora deverá pagar uma indenização ao autor original da canção, que deverá ser calculada em breve pela corte, mas que não deve ser pequena, tendo em vista o sucesso comercial do hit “Dark Horse”, que hoje conta com mais de 2,5 bilhões de visualizações no Youtube.

A música “Joyful Noise”, lançada em 2008, chegou a fazer parte de um álbum indicado ao Grammy Awards de “Melhor Álbum de Rock ou Rap Gospel”. Compare abaixo os trechos semelhantes das duas canções: