Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Kléber Lucas defende seus três casamentos e diz que não pode ser julgado

Publicado

em

Revista Veja, e abriu o jogo sobre os preconceitos que vem sofrendo dentro do meio evangélico. [caption id="attachment_27512" align="alignleft" width="306"]kléber lucas divorcio Kléber Lucas diz que está sofrendo boicote dos evangélicos.[/caption] Kléber Lucas gerou polêmica entre os mais conservadores ano passado, após anunciar que estava envolvido na reconstrução de um terreiro de candomblé, que havia sido destruído por evangélicos extremistas. A igreja do pastor doou 11 mil reais para a reconstrução do templo afro. “Eu topei (ajudar o centro de candomblé), pois creio que a Palavra e o amor de Cristo valem para todos os seres humanos, sejam eles evangélicos, católicos, ou adeptos de religiões africanas. Diante da injustiça que foi feita naquele centro religioso, é claro que eu só podia dizer sim”, afirmou. Kléber Lucas contou, no entanto, que a ideia não foi bem recebida por outras lideranças evangélicas, e que por conta disso vem sofrendo boicotes pelo Brasil inteiro, mas considera que os intolerantes só representam uma pequena parcela dos protestantes: “Quem prega o ódio é a minoria. Muitos evangélicos têm a tolerância dentro de si, mas não têm coragem de assumir publicamente. Porque botar a cara para fora tem implicações”, explicou. O cantor gospel também falou sobre a polêmica com seus outros casamentos. Kléber Lucas já se casou 3 vezes ao todo, e atualmente é marido da ex-mulher do jogador de futebol Romário. Ele e a esposa comandam uma igreja no Rio de Janeiro, e já receberam até o padre Fábio de Melo em um culto especial. O problema é que o divórcio não é bem visto pela maioria dos evangélicos, com base em passagens onde Jesus diz que Deus odeia o divórcio. “Sou um pastor que está no terceiro casamento. É uma coisa imprópria, que gera muita interdição no mundo evangélico. Fazem comentários ácidos. Esse é o meu pecado talvez. Mas é a minha história, e não posso ser visto como um pária por isso.”, afirmou. Tadeu Ribeiro [email protected]]]>

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe um Comentário







+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página