Lula lidera entre evangélicos e católicos diz IBOPE, Bolsonaro em 2º

A TV Globo e o jornal O Estado de S. Paulo divulgaram ontem (20) no Jornal Nacional a primeira pesquisa IBOPE para a presidência da república após o registro oficial das chapas. Em quase todos os cenários pesquisados, a vitória seria do ex-presidente Lula, que está preso em Curitiba (PR). A vitória de Lula é registrada, inclusive, entre os eleitores que se declararam católicos ou evangélicos.

Lula (PT) lidera entre católicos e evangélicos, diz Ibope.
Lula (PT) lidera entre católicos e evangélicos, diz Ibope.

Segundo o IBOPE, entre os eleitores evangélicos, Lula (PT) aparece em primeiro lugar, com 31% das intenções de voto, seguido de Bolsonaro (PSL) com 23%. Marina Silva (Rede) alcançou o 3º lugar, com 8%, Ciro Gomes (PDT) empatado com Geraldo Alckmin (PSDB) tem 5% cada e Álvaro Dias (Podemos) pontuou 3%. Eymael (DC), Henrique Meirelles (MDB), João Amôedo (Novo) e Cabo Daciolo (Patriota) tiveram 1% cada. Já Guilherme Boulos (PSOL), Vera Lúcia (PSTU) e João Goulart Filho (PPL) não pontuaram na pesquisa. Brancos e nulos somaram 15%, não sabe ou não respondeu são 7%.

Entre os católicos, a diferença entre Lula e Bolsonaro sobe ainda mais. O petista salta para 41%, contra 15% do ex-militar. Alckmin vai a 3º com 6% das intenções de voto, seguido de Marina Silva com 5%, Ciro Gomes na cola com 4% e Álvaro Dias com 3%. Guilherme Boulos, Henrique Meirelles, e João Amôedo tiveram 1%. Os outros candidatos não pontuaram. Brancos e nulos somam 16%, não sabe ou não respondeu foi a 6%.

Na média geral da pesquisa estimulada, sem levar em consideração religião, sexo, cor ou região, Lula também se mantém líder nacional, com 37% das intenções de voto atuais dos brasileiros, seguido por Jair Bolsonaro com 18%. Marina Silva vem em 3º com 6%, Ciro Gomes está tecnicamente empatado com Alckmin na casa dos 5%, seguido de Álvaro Dias que tem 3%. Eymael, Boulos, Meirelles, e Amôedo tiveram 1% cada. Daciolo, Vera e Goulart Filho não pontuaram. Brancos e nulos somam 16%, não sabe ou não respondeu 6% dos entrevistados.

A pesquisa foi feita pelo IBOPE entre os dias 17 e 19 de agosto, ouvindo 2002 eleitores, em 142 municípios brasileiros. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos, com nível de confiança de 95%, e está registrada no TSE sob o número BR‐01665/2018.

Tadeu Ribeiro
[email protected]