in

Mãe enterra viva própria filha após ela contar que padrasto abusava

O caso de uma mulher de 29 anos que enterrou viva a própria filha de 10 anos está causando grande comoção nas redes sociais.

Publicidade

A mãe da criança foi presa após confessar o crime. Ela contou que enterrou viva a própria filha porque a menina acusou o padrasto, de 47 anos, de tê-la abusado. O caso aconteceu em Brasilândia, em Mato Grosso do Sul.

O irmão da vítima, de apenas 13 anos, também confessou à Polícia Civil que ajudou a mãe a matar a irmã. Os investigadores desconfiaram do garoto após notarem marcas e arranhões em suas pernas.

Ele contou à polícia que a mãe ficou com raiva da irmã depois que a criança contou para ela que estava sendo abusada pelo padrasto. A mãe teria ameaçado de morte a criança se ela continuasse repetindo a história.

Em seguida, pegou o carro e levou os dois irmãos para uma estrada deserta, onde estrangulou a filha com um fio de telefone e a jogou em uma cova perto de um lixão, com ajuda dele (filho mais velho).

PUBLICIDADE

O mais impressionante é que a criança ainda estava viva quando foi enterrada, e pedia ajuda, mas mesmo assim não comoveu a mãe, que a enterrou.

Segundo a polícia, a mulher denunciou o desaparecimento da filha, inicialmente. Mas depois ligou para a delegacia e confessou o crime, dizendo que queria se entregar. Ela vai responder por homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver e corrupção de menor.

A mulher já tinha passagens na polícia por furto e tráfico. O padrasto teve a prisão preventiva decretada e está sendo investigado como suposto partícipe nesse crime, além de estupro de vulnerável.

Publicidade

Aneel proíbe corte de energia elétrica em todo o Brasil por 90 dias

Cantora gospel Soraya Moraes e marido estão com Covid-19: ‘É horrível’