in

Márcio Gomes explica por quê trocou a Globo pela CNN no auge da carreira

No final do mês de outubro os telespectadores da Globo foram surpreendidos pelo anúncio da demissão do jornalista Márcio Gomes. Depois de 24 anos na emissora, ele pediu seu desligamento e se mudou para a CNN Brasil.

Um mês depois de ter completado um mês no ar na nova casa, Márcio concedeu uma entrevista exclusiva ao site Notícias da TV. Durante o bate-papo, o comandante do programa Prime Time revelo o que o fez tomar essa decisão.

Depois de ganhar mais notoriedade após passar cinco anos como correspondente na Ásia, o jornalista ganhou espaço como apresentador na programação. O problema é que ele não ganhou um espaço só seu, tendo passado por várias atrações.

“Fiquei cinco anos na Ásia e, depois, senti uma parada. Com a pandemia, tive uma nova chance. Mas, passado o Combate, senti que não teria muito crescimento. Assim, para seguir evoluindo –e usando tudo o que aprendi em 28 anos de jornalismo–, optei pela mudança”, diz.

No caso, Márcio Gomes se refere ao programa Combate ao Coronavírus, que foi uma ação da Globo no início da pandemia da Covid-19. O informativo ia ao ar na programação matinal e, no início, fez sucesso em audiência. Ele durou pouco mais de dois meses.

Gomes explica que já tinha recebido outras propostas de emissoras concorrentes em outros momentos, mas naquele momento não desejava sair de onde estava.

“[Aconteceram] quando era mais jovem. E eu tinha muitas expectativas na Globo, fui ficando –e crescendo”, explica.

“Apresentador da GloboNews, Bom Dia Rio, RJ1 e RJ2, plantonista no Jornal Nacional e no Bom Dia Brasil, apuração de eleições e de Carnaval, mediador de debates, correspondente internacional”, relembra o jornalista.

Sobre o período de pandemia, Márcio Gomes filosofa ao citar que fez uma grande mudança em sua vida. “Todo mundo nessa pandemia teve que desenvolver alguma habilidade, se adaptar a uma situação inesperada, enfrentar o novo”, diz o famoso.

Cavalo é jogado de ponte por não conseguir completar romaria em PE e revolta

Jovem processa ex-RBD por lhe transmitir HIV: ‘Perdi minha saúde, minha vida’