Mariana Valadão revela que Lagoinha Niterói nasceu após drama familiar

A cantora gospel Mariana Valadão esteve participando do especial Promessas no G1, produzido pelo canal de notícias do Grupo Globo. Ela cantou algumas de suas canções de sucesso, e falou sobre bastidores de sua vida e de sua família.

mariana valadão gravida
Mariana Valadão conta detalhes sobre a abertura de sua igreja em Niterói (RJ).

Um ponto que chamou a atenção foi a revelação de que a criação da Lagoinha Niterói, que hoje já abriga mais de 17 mil membros no Rio de Janeiro e que é comandada por Mariana e Felippe Valadão, seu esposo, deu-se em meio a um turbilhão de problemas familiares que ela e seu marido estavam passando, há 5 anos atrás.

Mariana Valadão disse que seus sogros, pais de Felippe, estavam quase se separando, numa forte crise conjugal. Além disso, o irmão de Felippe estava com muitos problemas relacionados ao uso de drogas. A decisão tomada por Mariana e seu esposo era o de sair de Belo Horizonte (MG), onde os dois moravam, e virem para o Rio de Janeiro, com o intuito de tentarem resolver a situação delicada pela qual a família de Felippe estava vivendo. Por conta disso, a cantora gospel pausou sua carreira musical por 5 anos.

O Pr. Márcio Valadão, presidente da Igreja Batista da Lagoinha e pai de Mariana Valadão, deu a bênção dele para que o casal se mudasse, mas disse a filha que agora ela seria uma representante da Lagoinha no estado carioca.

Ao se mudarem, Mariana começou a fazer cultos em sua residência, com o intuito de aconchegar e tocar a família de Felippe, que acabou se reconstruindo. Os sogros que estavam se separando acabaram se juntando novamente, e o cunhado de Mariana que estava nas drogas conseguiu sair e hoje está casado e com uma filhinha.

A partir daí, a Lagoinha Niterói, primeira igreja da Lagoinha fora de Belo Horizonte (MG), começou a se expandir e hoje já é uma das maiores do Rio de Janeiro, com diversas filiais pelo estado. E o projeto é expandir para outros estados e países. André Valadão já está comandando uma em Orlando, e Ana Paula Valadão outra em Miami (EUA). A ideia é expandir cada vez mais, aumentando o já numeroso quadro de membros da Lagoinha.

Tadeu Ribeiro
[email protected]