in

Menina grávida de 10 anos consegue expelir feto abortado e terá alta

A menina de apenas 10 anos de idade, que foi estuprada pelo tio e engravidou, conseguiu expelir o feto na tarde desta segunda-feira (17), após ter iniciado o processo de aborto ontem no Cisam (Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros), ligado à UPE (Universidade de Pernambuco), no Recife.

Publicidade

Benita Spinelli, que é a coordenadora de enfermagem do Cisam, disse que a menina está sendo acompanhada pela avó e por uma assistente social do Espírito Santo, estado original da família da jovem.

Hoje pela manhã a menina passou por uma avaliação multiprofissional, para verificar se há ou não necessidade de retirar os últimos vestígios do feto, por meio de uma curetagem.

“Quando ocorre a indução do aborto pela medicação, às vezes [o feto] não sai completo; se isso ocorrer, ela deve ser submetida à curetagem ainda hoje. Se tudo seguir bem, ela deve ter alta amanhã”, afirmou Spinelli.

O procedimento foi realizado no Recife após o Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes, em Vitória, descumprir a decisão judicial que autorizou e determinou a realização do aborto na vítima, já que o Código Penal permite o procedimento nos casos de estupro e quando a vida da mãe está em risco.

PUBLICIDADE

Manifestantes católicos compareceram no hospital onde a menina está internada, tentando impedir que o aborto fosse realizado. Eles chamaram os médicos e até a vítima de “criminosos”, segundo vídeos compartilhados na internet.

A chefe da enfermagem do hospital também comentou sobre os protestos, e classificou as manifestações como “balbúrdia”.

“Nós temos que poupar ela [a vítima] dessa balbúrdia que foi feita ontem na porta de um hospital. (…) É uma menina de bastante vulnerabilidade, que foi protegida da melhor forma que a gente pôde, para não ouvir as atrocidades que foram ditas do lado de fora”, contou.

A criança de 10 anos engravidou depois de ser estuprada pelo tio, que tem 33 anos. Segundo a Polícia Civil do Espírito Santo, o tio estuprava a sobrinha desde que ela tinha 6 anos de idade. Ele foi indiciado pelo crime, mas está foragido.

Publicidade

Irmão de Donald Trump está internado em estado grave, diz Casa Branca

Barco com 12 pastores afunda no Pará e Bombeiros encontram 1 corpo sem vida