Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Michelle Bolsonaro é alvo de intolerância religiosa por orar em ‘línguas’

Publicado

em

A primeira dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, vibrou após o Senado aprovar a indicação de André Mendonça a uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). O momento da comemoração foi gravado e divulgado nas redes sociais. No vídeo, Michelle grita, pula, ora e agradece a Deus pela vitória do ex-AGU.

As imagens viralizaram nas redes sociais e a primeira-dama se tornou alvo de intolerância religiosa por ter comemorado a aprovação de André Mendonça, que também é pastor, orando em ‘línguas estranhas’. Dezenas de pessoas, e inclusive, figuras conhecidas zombaram da atitude de Michelle.

Uma delas a repórter da Globo, Gabriela Moreira, que escreveu em seu Twitter: “Suspeita de integrar esquema de rachadinha fala em línguas”. Outro caso aconteceu com o site O Antagonista, que publicou uma matéria com o título “Pulinhos de Micheque viralizam nas redes”, e que foi bastante compartilhado por outras pessoas.

A escritora e professora Marcia Tiburi, bem conhecida no Brasil, escreveu no Twitter: “Eu vi a Micheque comemorando, não entendi o que ela dizia, mas parece que tem a ver com o ministro bolsonarista da igreja de mercado que foi para o STF. Senti vergonha alheia, embora ninguém desse governo mereça nem esse tipo estranho de pena”.

Muitos internautas disseram ter “n0jo dessa raça”, em referência aos evangélicos, e chamaram a alegria de Michelle Bolsonaro de “possessão demoníaca”.

Apesar das ofensas recebidas, Michelle também foi ovacionada pela comunidade religiosa, artistas e políticos, após o fato. O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), por exemplo, defendeu a primeira-dama dos ataques. “Lamentável quantos posts, a partir dessa notícia, cuspindo preconceito contra a fé dos outros. São os mesmos que vivem reclamando de discriminação. Minha solidariedade à primeira-dama. Que ela possa manifestar sempre sua fé com liberdade”, escreveu o político nas redes sociais.













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página