in

Ministro de Israel que disse que Covid-19 só pega em gays testa positivo

Publicidade

O ministro da Saúde de Israel, Yaakov Litzman, testou positivo para a Covid-19, assim como sua esposa.

A confirmação da doença obrigou o alto escalão do governo de Israel a se isolar, já que o ministro da saúde teve contato com quase todos eles, inclusive com o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu.

Os médicos que tratam Yaakov e sua esposa afirmaram que ele segue evoluindo bem o seu quadro clínico, mas a doença, por si só, exige cuidados.

A comunidade ultraortodoxa de Israel, que agrega muitos membros e da qual Litzman faz parte, constatou um grande número de infecções por Covid-19 em seu meio. No início da pandemia, alguns rabinos mostraram-se contra as restrições de isolamento social impostas pelo governo, mas com o aumento de casos na comunidade, a resistência parece ter diminuído.

O ministro Yaakov Litzman, por exemplo, chegou a afirmar que a Covid-19 infectava apenas gays, até que ele mesmo contraiu o vírus.

PUBLICIDADE

Segundo a Universidade Johns Hopkins, dos EUA, que monitora a pandemia em tempo real no mundo, o estado de Israel registra, até o momento, mais de 9 mil casos da Covid-19, com 61 mortos. As informações são do jornal O Globo.

Até às 10h desta quarta-feira (08/04), as secretarias estaduais de saúde do Brasil já anunciaram a confirmação de 14.152 pessoas infectadas em todos os estados e no DF, com 699 mortes em todas as regiões do país pela Covid-19. Os números tendem a crescer em ritmo mais acelerado nos próximos 30 dias, segundo o Ministério da Saúde.

As recomendações das autoridades sanitárias do Brasil e do mundo são para que as pessoas fiquem em casa, evitem aglomerações, higienizem bem as mãos com água e sabão ou álcool em gel (70%), e procurem atendimento médico apenas se apresentarem febre e/ou falta de ar.

Publicidade

Caixa lança site para cadastro do auxílio de 600 reais – Cadastre-se!

Sasha começa a frequentar igreja evangélica do namorado cantor gospel