Conecte-se conosco

Minas Gerais

MPMG denuncia família e pai de santo por morte de menina em ritual de evocação de espíritos

A pequena de 5 anos morreu por causa de queimaduras em todo o corpo durante o ritual

Publicado

em

Morte de menina em ritual: "homicídio triplamente qualificado", diz MPMG - Foto: Divulgação/PCMG

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) ofereceu denúncia contra quatro pessoas da mesma família, após a morte de uma menina de 5 anos em março na cidade de Frutal, no Triângulo Mineiro. A denúncia foi apresentada à Justiça no dia 6 de junho deste ano.

De acordo com o MPMG, a criança morreu após sofrer queimaduras em um ritual. Os integrantes da família são acusados de homicídio durante o ritual de evocação e incorporação de espíritos. Além deles, um líder espiritual também foi preso.

A pequena Maria Fernanda de Camargo, de 5 anos, morreu no dia 24 de março, por causa de queimaduras em todo o corpo. Na época, a família disse que a criança teria se queimado ao acender uma churrasqueira na casa dos avós maternos.

Segundo os investigadores, durante a seita, foram jogadas ervas e álcool no corpo da criança. Depois, o líder espiritual ateou fogo no corpo dela com o uso de uma vela. A menina teve quase 100% do corpo queimado.

Comprovou-se ainda que os familiares da menina possuíam livros de bruxaria armazenados no computador e na residência, o que demonstra que os atos praticados eram de conhecimento de todos, sendo que o álcool utilizado era superior a 70%, além de possuírem o dever legal de proteção e com os atos contribuíram para a morte de uma criança.
Para o MPMG, o crime foi praticado contra uma criança, do sexo feminino, em contexto de violência doméstica e familiar, com emprego de fogo e recurso que dificultou a defesa do ofendido.

Maria Fernanda, que era aluna do primeiro ano do ensino fundamental da Escola Particular Vencer, em Frutal, foi sepultada no Distrito de Santo Antônio do Rio Grande, conhecido como Lagoa Seca, em Fronteira (MG), a cerca de 60 Km de Frutal.













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página