Conecte-se conosco

Mundo Cristão

MPRJ denuncia Malafaia por preconceito e discriminação contra Thammy Miranda

Publicado

em

De acordo com o órgão, o pastor cometeu discriminação contra o vereador Thammy Miranda - Foto: Reprodução

O pastor evangélico Silas Malafaia, da DVEC, foi denunciado pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por discriminação e preconceito de identidade de gênero contra o vereador e ator Thammy Miranda. A informação é do jornal O Dia.

Thammy Miranda participou de uma campanha do Dia dos Pais, em 2020, para a Natura. Como resultado, ganhou muitas críticas, principalmente dos evangélicos. Um deles, o pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo.

Na época, Silas Malafaia fez uma publicação nas redes sociais com o seguinte texto: “Vamos boicotar a Natura! Coloca uma mulher para fazer papel de homem no Dia dos Pais. Uma afronta aos valores cristãos, somos a maioria!”

Segundo o Ministério Público, “a publicação do denunciado causou grande repercussão social negativa. Tal postagem foi realizada de forma genérica e pública, atingindo todos os leitores da rede social e, por conseguinte, toda a população LGBTQI+, considerando-se o alcance do perfil de usuário”.

O caso tramitará na 14ª Vara Criminal da Capital, processo 0028415-19.2022.8.19.0001

Vale lembrar que Thammy Miranda entrou com uma ação naquele mesmo ano contra Malafaia, após a campanha do pastor nas redes sociais contra a propaganda. “O que ele fez é crime e a gente não pode mais deixar passar impune. Esse crime, que ele vem cometendo há um bom tempo e ninguém faz nada, mata milhares de pessoas”, afirmou na época.

O pastor respondeu a parlamentar em seguida dizendo que não havia citado o nome do ator nas suas postagens. “Aproveite e abra processo contra milhões de brasileiros que protestaram contra a Natura nas redes sociais. Por que só eu? Preconceito religioso?”, questionou ele naquele ano.













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página